15/04/2019 16h59

Brasilândia prepara festa para o aniversário de 54 anos e comemora crescimento

Prefeito no terceiro mandato, Dr. Antonio Thiago conta um pouco sobre a cidade, os investimentos e os festejos da data

 
Gisele Berto e Ricardo Ojeda
 
O prefeito de Brasilândia, Antonio Thiago recebeu o diretor do Perfil News para uma entrevista onde mostrou um Raio X da sua administração (Foto: João Vitor) O prefeito de Brasilândia, Antonio Thiago recebeu o diretor do Perfil News para uma entrevista onde mostrou um Raio X da sua administração (Foto: João Vitor)

A vizinha Brasilândia é uma cidade pequena, com apenas 15 mil habitantes. Assim como Três Lagoas, sentiu os impactos da vinda das grandes indústrias e conseguiu se preparar para tornar a vida de seus cidadãos - nascidos e adotados - o mais prazerosa possível.

É essa Brasilândia que faz aniversário no próximo dia 25 de abril. São 54 anos de emancipação político-administrativa.

Cumprindo o terceiro mandato à frente do Executivo da cidade, o médico Antonio de Pádua Thiago recebeu o Perfil News para falar um pouco sobre os festejos comemorativos e sobre como está, hoje, a agradável Brasilândia.

 
Logo na entrada de Brasilândia já dá para perceber as mudanças, como, por exemplo a praça que foi construída em frente ao ginásio municipal (Foto: Ricardo Ojeda) Logo na entrada de Brasilândia já dá para perceber as mudanças, como, por exemplo a praça que foi construída em frente ao ginásio municipal (Foto: Ricardo Ojeda)

AS FESTAS

A comemoração dos 54 anos de Brasilândia começa na segunda-feira, dia 22, com o Festival de Artes das Apaes da 1ª Região.

Na quinta-feira, dia do aniversário da cidade, haverá o Desfilo Cívico, com as crianças da cidade, a partir das 18h. Depois do desfile, o esperado show da dupla Bruno e Barreto, às 22h, na praça da Pedra. Sexta e sábado a festa continua, com um bailão a céu aberto, proporcionado por duas bandas contratadas - Somos Iguais e Jafferson (ambos, a partir das 23h, na Praça da Pedra). Haverá barracas, praça de alimentação e toda a estrutura para um evento de grande porte.

"A festa do aniversário da cidade será aberta ao povo, todos os amigos das cidades vizinhas estão convidados e serão bem-vindos"

— Antonio Thiago - Prefeito de Brasilândia

Os festejos são encerrados no domingo, com a Copa Brasilândia de Mountain Bike. Espera-se mais de 200 ciclistas para a festa. O dia termina com um almoço com Boi no Rolete, no clube União. "A festa aberta é aberta ao povo, todos os amigos das cidades vizinhas estão convidados e serão bem-vindos", disse o prefeito.

POLÍTICA

Thiago exerce o terceiro mandato como prefeito da cidade. Médico, tem perfil austero e cuidadoso com as finanças do município. "Voltamos à prefeitura em 2017 e agora estamos terminando de colocar a casa em ordem", conta.

O prefeito afirma que o município tem tido muito apoio das bancadas estadual e federal, com o envio de verbas para obras. Uma dessas obras é aguardada pelos brasilandenses desde sempre: o anel viário da Avenida Brasil. Hoje sem pavimentação, a via recebe mais de 100 caminhões de eucaliptos por dia, levantando poeira e causando problemas, especialmente, aos moradores da COAB.

"Em 2017 a bancada federal colocou R$ 1,5 milhão em verbas para a pavimentação dessa via. Agora, está começando a sair do papel, estamos finalizando os processos burocráticos. Devemos dar ordem de serviço para início das obras nos próximos dias. Do meio do ano para a frente deve estar pronto", afirma Thiago. "Vai ser bom para todo mundo: para os moradores e também para os caminhoneiros que trafegam pelo lugar", concluiu.

"Em 2017 a bancada federal colocou R$ 1,5 milhão em verbas para a pavimentação dessa via. Agora, está começando a sair do papel, estamos finalizando os processos burocráticos. Devemos dar ordem de serviço para início das obras nos próximos dias. Do meio do ano para a frente deve estar pronto"

— Antonio Thiago - Prefeito de Brasilândia

O IMPACTO DO CRESCIMENTO

Assim como Três Lagoas, Brasilândia também sentiu o impacto do aumento da população, graças ao grande contingente de funcionários atraídos pelas indústrias de celulose. Entretanto, para Brasilândia, os pontos positivos superam em muito os negativos, segundo o prefeito. "Quando a população aumenta, também aumenta a demanda por escolas, postos de saúde. Mas nós não temos problema com vaga em escola, nem em creche. Temos vagas sobrando".

Além disso, segundo Thiago, as duas indústrias fazem parceria com o município e com segmentos especializados, trazendo cursos, capacitação, qualificação, de forma a agregar valor aos cidadãos e aumentar a renda. "A olhos nus vemos que as indústrias trouxeram muito mais coisas boas que ruins", afirma.

 
Novos loteamentos com infraestrutura completa e as construções que estão sendo edificadas na cidade evidencia o desenvolvimento de Brasilândia (Foto: Ricardo Ojeda) Novos loteamentos com infraestrutura completa e as construções que estão sendo edificadas na cidade evidencia o desenvolvimento de Brasilândia (Foto: Ricardo Ojeda)

CRESCIMENTO DOS LOTEAMENTOS

Nota-se, chegando à cidade, a expansão dos loteamentos. Segundo o prefeito, isso também foi previsto e, para evitar problemas, há uma lei que regulamenta a construção de novos empreendimentos.

"Temos um crescimento ordenado. Há uma lei municipal dizendo que os loteamentos têm que vir asfaltados, com iluminação em led. Tudo vem sendo feito de forma séria e organizada". Outra questão para o município é a do esgoto sanitário. Segundo o prefeito, há um projeto de se universalizar o esgoto sanitário do município em até dois anos. Ou seja, Brasilândia terá 100% do seu esgoto tratado até o final do mandato de Thiago.

"O governador Azambuja nos afirmou que o Estado receberá um aporte de R$ 250 milhões para saneamento básico. Desses, R$ 8,5 milhões virão para Brasilândia, para a construção de uma nova Estação de Tratamento de Esgoto. Também usaremos a verba para levar esgoto aos bairros que ainda não têm. A ideia agora é fechar tudo e deixar 100% com esgoto tratado em até dois anos".

"Temos um crescimento ordenado. Há uma lei municipal dizendo que os loteamentos têm que vir asfaltados, com iluminação em led. Tudo vem sendo feito de forma séria e organizada"

— Antonio Thiago - Prefeito de Brasilândia

COMPENSAÇÕES AMBIENTAIS DA CESP

Assim como todas as cidades que sofreram impactos ambientais com a construção da Usina de Porto Primavera - atual Sérgio Mota, Brasilândia também recebeu verbas indenizatórias da CESP. No caso, foram R$ 15 milhões destinados ao município.

Os gastos dos recursos, em todas as cidades, estão sendo acompanhados pelo Ministério Público. Em Brasilândia, o dinheiro já tem destino.

"Fizemos uma audiência pública para saber onde seria melhor alocar a verba. Optamos pela reconstrução da Escola Municipal Arthur Hoffig, que hoje está em um prédio velho, sem condições. Ela será reconstruída, nos modelos da Fundação Nacional para o Desenvolvimento da Educação do Governo Federal. O processo licitatório deve ser concluído nos próximos 30 dias e, depois, poderemos dar a ordem de serviço. Até o final do ano ela estará pronta", afirma o prefeito. "O dinheiro está na conta e esperamos que não haja atraso", completa.

CONFIRA A PRIMEIRA PARTE DA ENTREVISTA COM O PREFEITO

Além disso, parte da verba será destinada à drenagem do Jardim Primavera. Será construído um piscinão e reformulado o sistema de drenagem do bairro, castigado pelos alagamentos. Também será construída uma nova Delegacia nova e haverá o investimento em câmeras de segurança e instalação de ar condicionado nas escolas. "O dinheiro vai ser bem empregado. Não vai ser gasto em festas - nossas festas são feitas com recursos próprios", garantiu o prefeito.

SITUAÇÃO FINANCEIRA

Brasilândia vive, hoje, um equilíbrio financeiro. "Algumas pessoas não valorizam isso, mas todo dia 30 o salário dos servidores está na conta. A pior coisa é ver os servidores com três meses sem receber o pagamento, sem ter recebido o 13º ainda, como é o caso do Rio de Janeiro", lembra Thiago.

 
O prefeito Antonio Thiago está investindo em iluminação de Led em toda área urbana de Brasilândia (Foto: Idris Fares) O prefeito Antonio Thiago está investindo em iluminação de Led em toda área urbana de Brasilândia (Foto: Idris Fares)

TURISMO

O investimento em Turismo também é uma meta do prefeito. Apesar de ainda não ter estudos e projetos na área, ele sabe do potencial dessa indústria.

A Fazenda Cisalpina, que fica no município, é um minipantanal. Entretanto, como é uma RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural), ela tem dono - a CESP. "Podemos investir no turismo ecológico. Podemos tentar uma parceria para facilitar a visitação desse minipantanal. Temos muito mais a explorar. Ainda não conseguir chegar lá. Sem dúvida é um potencial grande, nosso e das cidades vizinhas", conclui.

CONFIRA A SEGUNDA PARTE DA ENTREVISTA COM O PREFEITO

 

Envie seu Comentário