10/01/2019 07h21

Cinzas de brasileira que morreu na Austrália estão com a família em MS; causa da morte ainda é investigada

O corpo de Criskeila foi encontrado em 12 de dezembro, em uma cidade próxima à Brisbane, onde morava com o namorado

 
Redação
 
Criskeila está desaparecida há 10 dias na Austrália. Embaixada brasileira diz que polícia investiga o caso. — Foto: TV Morena/Reprodução

Criskeila está desaparecida há 10 dias na Austrália. Embaixada brasileira diz que polícia investiga o caso. — Foto: TV Morena/Reprodução

O corpo da sul-mato-grossense Criskeila Veloso Gomes, de 21 anos, que foi encontrado no dia 8 de dezembro em uma praia da Austrália foi cremado, e as cinzas chegaram para a família no final de dezembro, trazidas por um casal de amigos que estavam no país. Segundo a irmã da jovem, a causa da morte ainda não foi divulgada.

De acordo com a irmã, Criskelly Veloso Gomes, que atualmente mora em Três Lagoas, a 325 km de Campo Grande, as investigações continuam na Austrália. Uma nova investigadora está no caso. O G1 entrou em contato com o consulado brasileiro em Brisbane para consultar sobre novas informações, mas até a publicação desta reportagem, o cônsul não respondeu ao contato.

Criskeila desapareceu na Austrália no dia 28 de novembro, e o corpo dela foi encontrado por policiais 14 dias depois em uma praia de Queensland, próxima a Brisbane, cidade onde a jovem morava com o namorado. A família fez campanha em redes sociais, e a mãe fez diversos apelos às autoridades em busca da jovem, que foi vista pela última vez saindo do trabalho, em um frigorífico.

O corpo foi encontrado embaixo de uma árvore, em posição sentada, e não havia indícios de crime, segundo o consulado brasileiro em Brisbane. O carro da jovem também foi encontrado e o celular dela estava dentro do veículo.

(*) G1.MS

Envie seu Comentário