05/12/2017 09h11

Comemorações de fim de ano e compra de presentes devem movimentar R$ 254,3 milhões em MS

O levantamento foi feito em 13 cidades do estado, com 2,1 mil pessoas, entre os dias 13 e 24 de novembro.

 
Redação
 
Festas de fim de ano e compras de presentes devem movimentar R$ 254,3 milhões em Mato Grosso do Sul em 2017 (Foto: Reprodução/TV Morena) Festas de fim de ano e compras de presentes devem movimentar R$ 254,3 milhões em Mato Grosso do Sul em 2017 (Foto: Reprodução/TV Morena)

As comemorações de Natal e de Ano Novo somadas as compras de presentes devem movimentar R$ 254,3 milhões em Mato Grosso do Sul. A estimativa é de levantamento do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS (IPF) e do Sebrae/MS.

Segundo a pesquisa, divulgada nesta segunda-feira (4), 32,1% dessa movimentação, R$ 81,7 milhões, são da compra de presentes; 37,5%, o equivalente a R$ 95,5 milhões das comemorações de Natal e R$ 30,2%, o que representa R$ 77 milhões, dos festejos de Ano Novo.

O levantamento foi feito em 13 cidades do estado: Aparecida do Taboado, Aquidauana, Anastácio, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Dourados, Ladário, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas, com 2,1 mil pessoas, entre os dias 13 e 24 de novembro.

A pesquisa revela que no que se refere as intenções de consumo de natal, 47,2% disseram que pretendem comprar presentes. Entre os que vão receber os mimos são citados primeiro os filhos (26,5%), a mães (18%) e as esposas ou esposos (14,6%).

A média de presentes a serem comprados é de dois e os itens mais citados são as roupas (37,7%), os brinquedos (23,3%) e os calçados (12,6%). As compras para a maior parte, 59,9% vão ocorrer na semana de Natal e nas lojas centrais dos municípios (82,1), sendo o dinheiro a forma predominante de pagamento (80,9%).

No momento da compra, os itens que serão levados em consideração vão ser a qualidade (34,4%), o preço (30,8%) e o atendimento (17,9%).

O gasto médio para as compras será de R$ 201,56, o que vai representar um incremento de 6,22% frente ao ano passado. Já a movimentação financeira total com as aquisições de presentes deve ficar 5,16% abaixo da registrada em 2016.

Quanto as comemorações de Natal, 58% das pessoas ouvidas na pesquisa disseram que vão participar, sendo as festividades mais citadas a alimentação em casa (28,2%), na casa de familiares (28,5%) e o consumo de bebidas (30,1%), o que deve proporcionar um gasto médio de R$ 207,4, um incremento de 5,31% frente ao ano passado.

Em relação ao Ano Novo, a pesquisa indica que 56,3% das pessoas abordadas pretendem participar, seja com alimentação em casa (34%), alimentação na casa de familiares (278,2%) ou consumo de bebidas (31,6%). A média de gastos com as festividades de Réveillon deve atingir os R$ 172,5.

(*) G1.Com

Envie seu Comentário