18/03/2019 16h14

Conscientização da população com animais da Lagoa Maior tem ajudado o trabalho da SEMEA

Secretário Toniel Fernandes diz que denúncias e comunicação estão sendo frequentes e, os três-lagoenses estão mais conscientes em relação a causa animal

 
Redação

As capivaras da Lagoa Maior já fazem parte do cotidiano dos moradores do Município e, têm despertado cada vez mais a atenção, cuidado e afeto dos frequentadores do local. Na manhã desta sexta-feira (15), populares acionaram a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (SEMEA) para prestar socorro a uma capivara filhote que estava machucada.

O filhote havia sido agredido por um macho adulto e, caso as pessoas não tivessem interferido e comunicado à SEMEA, o animal poderia ter morrido. Segundo o secretário da pasta, Toniel Fernandes, o socorro foi feito pela veterinária Andréia Santana, que prestou os primeiros socorros à capivara ferida e solicitou encaminhamento ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) em Campo Grande.

"Ela estava bastante machucada, com uma ferida exposta na barriga e perdendo sangue. Rapidamente a veterinária fez os procedimentos para ser levada ao CRAS. É comum os adultos agredirem filhotes, mas, isso comove a qualquer um, por que é como se fosse uma criança. Ultimamente a população tem nos ajudado muito com este lado protetor e atenciosos aos animais, fazendo denúncias, comunicando fatos e até cuidando do animal até a chegada da equipe", disse Toniel.

De acordo com Andréia, o filhote com aproximadamente um mês de vida, apresentava as vísceras expostas, através de uma abertura no abdômen, causada por mordida. No CRAS, o animal passou por uma cirurgia no intestino (enteroanastomose), mas não resistiu e acabou falecendo.

Envie seu Comentário