16/01/2019 10h10

Para economizar, Governo extingue cargo de professor para por técnicos no lugar

SED esclarece que função era temporária e não se trata de demissão; Medida pegou mais de 200 educadores de surpresa

 
Redação
Anuncio pegou de surpresa mais de 200 professores, que aguardavam ser chamados neste início de ano. (Foto: Divulgação/SED) Anuncio pegou de surpresa mais de 200 professores, que aguardavam ser chamados neste início de ano. (Foto: Divulgação/SED)

A SED (Secretaria Estadual de Educação) extinguiu a função de Progetecs (Professor Gerenciador de Tecnologias Educacionais e Recursos Midiáticos), nesta semana, e mais de 200 professores não serão convocados para atuar em salas de tecnologia em 2019.

A medida, segundo a secretaria, faz parte do processo de reordenamento de gastos do Governo e, no lugar dos educadores, técnicos em TTIC (Tecnologias da Informação e da Comunicação) serão contratados a partir de março.

O anuncio pegou de surpresa mais de 200 professores, que aguardavam ser chamados neste início de ano. Uma das Progetecs disse que o grupo está revoltado, já que técnicos de nível médio atuarão numa função exclusiva de professores. "Já existe um grupo de WhatsApp discutindo a questão, que implica na qualidade de ensino das escolas estaduais", disse.

A secretaria pontua que a contratação desses profissionais era temporária e, portanto, não se trata de demissão. Além disso, reforça que, antes de extinguir a função, se baseou no histórico da REE (Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul) e entrou em um novo patamar de uso das tecnologias educacionais.

Em nota, a SED garante que a medida faz parte do processo de reordenamento dos recursos financeiros, realizado pelo Governo e que os valores poderão ser encaminhados para outros investimentos e melhoria na qualidade do ensino.

O profissional, de nível médio, que será contratado por processo seletivo simplificado até março irá desempenhar o papel de técnico em TTIC (Tecnologias da Informação e da Comunicação).

Os contratados gerenciarão tecnologias e recursos midiáticos, junto à direção e a coordenação pedagógica, sem interferência no uso pedagógico dos recursos, função essa que sempre foi e continuará sendo do professor ministrante da aula.

(*) Informações Campo Grande News

Envie seu Comentário