18/09/2018 10h16

Série da Netflix tem Pantanal como cenário, mas gravações serão em Tocantins

Nem Mato Grosso, nem Mato Grosso do Sul, as gravações do seriado começam ainda neste mês em Porto Nacional (TO)

 
Redação
 
Série Ñino Santo será adaptada no Brasil com o título O Escolhido (Foto: Divulgação)
Série Ñino Santo será adaptada no Brasil com o título O Escolhido (Foto: Divulgação)

Em busca de conteúdo autoral, a nova série de suspense sobrenatural do Netflix "O Escolhido" é baseada na produção mexicana "Ñino Santo". Na adaptação, a história de ficção terá como cenário um vilarejo "remoto e isolado" do Pantanal. No entanto, as gravações serão a mais de 2 mil quilômetros de Corumbá, em Porto Nacional, no Tocantis.

Anunciada em 20 de julho deste ano, a estreia está prevista para o primeiro semestre de 2019, de acordo com informações da prefeitura de Porto Nacional, a equipe já está na cidade e cerca de 100 moradores locais foram contratados figurantes e as gravações terão início ainda este mês.

Originalmente, a série Mexicana é produzida por Pablo Cruz, Diego Luna e Gael Garcia Bernal, o tema coloca a força da fé e a ciência frente a frente, quando um grupo de médicos vai até uma pequena vila pantaneira para vacinar os moradores. Lá, eles entram em contato com um culto onde o líder opera, ao que parece, verdadeiros milagres.

A adaptação brasileira foi feita pelos escritores Carolina Munhoz e Raphael Draccon, que assinam todos os episódios. De acordo com a publicação feita por Raphael em sua conta no Instagram, a série promete seguir a mesma linha de suspense de "Ñino Santo", criando um ambiente misterioso e cheio de segredos. A trama tem como personagens principais três médicos ainda em início de carreira, que lutam contra a mutação do vírus da Zika. No Pantanal, eles se deparam com uma população resistente aos métodos da ciência.

Questionado pelo Lado B sobre o motivo da série que tem como cenário o Pantanal, ser gravada no Tocantis, o produtor executivo informou que apesar de conhecer Corumbá, a cidade é de difícil acesso e aumentaria muito os custos da produção, que leva em conta o deslocamento e hospedagem de toda a equipe.

O Tocantis anda investindo pesado nesse tipo de produção. Recentemente, foi cenário da novela "O Outro Lado do Paraíso", ocupando o principal horário da Rede Globo.

"É difícil conseguir apoio aí. Não estamos pedindo dinheiro, apoio é facilitar com as filmagens e a estratégia de locomoção, instalação da equipe e locação dos cenários. Nesse quesito, a proposta do estado de tocantins é muito mais interessante", justificou o produtor, ainda segundo ele o cenário em Porto Nacional é muito parecido com o ambiente do seriado.

O Secretário de Cultura e Cidadania de Mato Grosso do Sul, Athayde Nery, garante que o governo do Estado nunca foi procurado para tratar de questões referentes à série. Ele afirma que se tivesse sido acionado pela produtora, com um projeto desse porte, teria feito todos os esforços para viabilizar a produção aqui. "Daria visibilidade internacional a Mato Grosso do Sul e a secretaria teria oferecido o apoio necessário para as gravações", garante. De acordo com ele, é necessário um pedido formal com antecedência por parte da produção para que a Secretaria possa avaliar o orçamento disponível antes de começar as negociações.

Nós entramos em contato com a Netflix Brasil, mas até o fechamento da reportagem não obtivemos resposta.

Até agora as únicas informações confirmadas são de que a estreia mundial exclusiva na Netflix está prevista para 2019.

O Escolhido integra a lista de séries originais da Netflix produzidas no Brasil, como 3%, O Mecanismo, Samantha!, Coisa Mais Linda, Sintonia, Ninguém Tá Olhando, Super Drags, Cidades Invisíveis e A Facção.

(*) Campo Grande News

Envie seu Comentário