26/09/2018 14h51

Suzano reduz à metade financiamento para fusão com Fibria

 
Redação
 
Linha de produção de celulose da Fibria em Três Lagoas. (Foto: Ygor Andrade/Arquivo/Perfil News). Linha de produção de celulose da Fibria em Três Lagoas. (Foto: Ygor Andrade/Arquivo/Perfil News).

A Suzano informou ontem (25) que reduziu pela metade o compromisso financeiro com certos bancos internacionais para financiar uma parcela da operação de fusão com a Fibria. Com isso, o empréstimo passou de US$ 4,4 bilhões para US$ 2,2 bilhões.

Segundo a Suzano, a redução do compromisso financeiro está em linha com a estratégia e gestão de endividamento da companhia e foi possível graças às últimas emissões de dívida e forte geração de caixa.

Em 27 de agosto, a Suzano comunicou a emissão de nota de crédito de exportação e crédito de produtor rural, no valor de R$ 786 milhões. Em 17 de setembro, emitiu US$ 1 bilhão em bônus de dez anos.

A companhia reiterou que a consumação da operação está sujeita ainda ao cumprimento de outras condições precedentes usuais para este tipo de operação, incluindo a aprovação por autoridades de concorrência no Brasil e no exterior.

Até a data da conclusão da transação, as empresas não sofrerão qualquer mudança na condução de seus negócios e permanecerão operando de forma independente.

(*) Valor Econômico

Envie seu Comentário