14/05/2019 13h41

Três Lagoas bate meta do Ministério da Saúde e Governo decide não enviar mais doses de vacina contra gripe à cidade

Prefeitura afirmou que tentará conseguir novas doses junto ao Estado para atender aos grupos de gestantes, crianças e puérperas que não atingiram a meta de vacinação

 
Gisele Berto
Coordenadora do Setor de Imunização do município, enfermeira Humberta Azambuja. Foto: Divulgação Coordenadora do Setor de Imunização do município, enfermeira Humberta Azambuja. Foto: Divulgação

A cidade de Três Lagoas atingiu as metas estipuladas pelo Ministério da Saúde para imunização contra a gripe Influenza A e, por essa razão, não receberá novas doses da vacina.

O comunicado foi feito pela Coordenação do Setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Pela previsão do Ministério da Saúde, 28 mil doses da Vacina contra a Gripe seriam suficientes para imunizar 90% das pouco mais de 30 mil pessoas pertencentes aos grupos prioritários de risco.

No entanto, pela adesão à Campanha de Vacinação, ocorrida em Três Lagoas, já a partir do "Dia D", os resultados gerais ultrapassaram as metas previstas do Ministério da Saúde.

No início da tarde desta segunda-feira (13), das 30.472 pessoas inseridas nos grupos prioritários de risco, 28.163 tinham sido vacinadas, o equivalente a 92,42 % do total estimado da população.

NOVA REMESSA

A Coordenadora do Setor de Imunização do município, enfermeira Humberta Azambuja, afirmou que, mesmo com a meta atingida, a prefeitura encaminhou um pedido solicitando mais vacinas. "Pedimos mais doses devido ao aumento constatado da demanda. No entanto, nos informaram que, por enquanto, Três Lagoas não iria receber mais doses devido já ter atingido a meta prevista pelo Ministério da Saúde", disse.

Diante do aumento da demanda por vacinas na maioria das unidades de saúde e considerando a necessidade de imunização, principalmente de crianças, gestantes e puérperas, o prefeito Angelo Guerreiro está tentando viabilizar novas doses da vacina contra a Gripe Influenza A junto à Secretaria Estadual de Saúde.

RELATÓRIO PARCIAL DA CAMPANHA

Na maioria dos grupos prioritários de risco, as metas ultrapassaram a previsão do Ministério da Saúde, como se constata nos seguintes dados do relatório divulgado pela SMS de Três Lagoas:

Do total de 5.042 doentes crônicos foram vacinadas 4.788 pessoas, correspondente a 94,96%; das 1.427 gestantes, apenas 736 receberam a vacina, o que corresponde a 51,58%, formando o grupo prioritário com a menor adesão. Dentre os 1.190 professores e professoras em sala de aula, 1.242 foram vacinados, superando a meta e chegando a 104,37%.

Em relação aos 3.153 trabalhadores da saúde, a meta também foi batida, com 3.313 pessoas vacinadas - ou 105,07% do total. A população infantil, formada por crianças entre seus meses a cinco anos incompletos, teve 81,98% de cobertura, com 7.395 crianças vacinadas, do total de 9.020.

Os idosos, com idade acima de 60 anos, tiveram cobertura vacinal de 91,69%, com 9.514 das 10.406 pessoas vacinadas. Por fim, dentre as 234 puérperas (mulheres que deram à luz recentemente), 155 foram vacinadas contra a gripe, representando 66,24% do estimado.

Envie seu Comentário