25/03/2019 08h57

Battisti admite envolvimento em quatro assassinatos, diz imprensa italiana

Até então, o italiano negava envolvimento os homicídios e se dizia vítima de perseguição política.

 
Do G1
O italiano Cesare Battisti foi preso na Bolívia em fevereiro, após fugir por 40 anos. Foto: Divulgação Polícia Boliviana O italiano Cesare Battisti foi preso na Bolívia em fevereiro, após fugir por 40 anos. Foto: Divulgação Polícia Boliviana

Cesare Battisti admitiu envolvimento em quatro assassinatos durante interrogatório feito na prisão pelo promotor Alberto Nobili, responsável pelo grupo antiterrorista da cidade italiana de Milão, segundo informou a imprensa italiana nesta segunda-feira (25).

Até então, ele negava envolvimento nos homicídios e se dizia vítima de perseguição política.

O procurador-geral de Milão, Francesco Greco, afirmou que ele admitiu "suas responsabilidades" em quatro assassinatos, no ferimento de três pessoas e em muitos roubos feitos pela formação terrorista que integrava nos anos 70, de acordo com os jornal "Corriere della Sera".

Battisti, que cumpre prisão perpétua na prisão de Oristano, foi levado para Itália depois de ser capturado em em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, em fevereiro. Durante os 40 anos que passou foragido, ele morou na França e no Brasil.

Envie seu Comentário