14/01/2016 10h17 - Atualizado em 14/01/2016 10h17

Bocacine Cineclube apresenta: “Mostra curta saci” no dia 27

Com entrada franca, a apresentação será às 19h no Galpão da NOB (ao lado da antiga prefeitura)

 
Assessoria
 
Será um especial, com o tema centra: Saci. (Foto: Assessoria) Será um especial, com o tema centra: Saci. (Foto: Assessoria)


O Cineclube Bocacine, com o apoio da Prefeitura Municipal, através do Departamento de Cultura, receberá no dia 27 de janeiro de 2016 a Mostra Curta Saci. A mostra organizada pelo cineasta, pesquisador e jornalista Andriolli Costa, que une cinema e folclore em Mato Grosso do Sul, ocorrerá em três cidades do estado: Corumbá, Campo Grande e Três Lagoas. O objetivo da “MOSTRA CURTA SACI” é mostrar toda a diversidade do nosso folclore. A programação é composta de produções dos mais diferentes gêneros e linguagens, mas que ganham unidade ao tratar do mesmo tema: saci, o duende brasileiro.

 

A ideia de organizar a mostra veio do jornalista Andriolli Costa, diretor do curta-metragem Enterros (2015) e que finalizou agora O Colecionador de Sacis.Andriolli procurou produtoras audiovisuais de todo o país para organizar a mostra mais plural possível. No total, serão sete curtas exibidos: Observadores de Saci(Documentário, 2011) , Caçadores de Saci (infantil, 2005), Somos todos saci (animação, 2013), Juro que vi saci (animação, 2004), O Saci (terror, 2015), Sem Fim (ficção, 2014) e O Colecionador de Sacis (drama, 2015).

Após cada sessão, que deve durar cerca de 01h15min, haverá debate sobre a importância do folclore para a identidade nacional. Doutorando em Comunicação e Informação pela UFRGS, Andriolli Costa é pesquisador de cultura popular e Imaginário, com foco principalmente no saci e na lenda dos tesouros enterrados no Paraguai. O público também será convidado a gravar em vídeo suas experiências com o saci. O material será utilizado para a produção de um documentário em homenagem aos 100 anos de Sacy Pererê – Resultado de um Inquérito. Obra seminal de Monteiro Lobato, com depoimentos de leitores dos mais variados sobre o diabrete brasileiro, cuja pesquisa foi feita em janeiro de 1917 com parceria do jornal O Estado de São Paulo.

(*) Bocacine

Seja o primeiro a comentar!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.