10/09/2018 13h28

Gabriel Medina é campeão da etapa Surf Ranch Pro, na Califórnia

 
Redação

Após final acirrada com Filipe Toledo, Gabriel Medina conquistou o título da etapa de ondas artificiais Surf Ranch Pro, em Lemoore, na Califórnia, Estados Unidos, neste domingo (9). Este foi o segundo troféu em sequência do brasileiro, que havia levado a melhor também na última parada do Circuito Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês), em Teahupoo.

Com o título de Medina, o Brasil agora soma sete vitórias nas oito etapas disputadas até aqui nesta temporada. Além de Gabriel, Filipinho (Rio de Janeiro e Jeffreys Bay) e ítalo Ferreira (Bells Beach e Bali) também possuem dois troféus em 2018. Willian Cardoso foi o melhor em Uluwatu. O único estrangeiro vencedor em 2018 foi Julian Wilson, campeão na primeira etapa, em Gold Coast.

"Foi maravilhoso ganhar de novo, especialmente aqui, no Surf Ranch. É muito bom. Essa foi difícil", afirmou Medina, após a decisão, ao site da WSL. "Todos estavam surfando muito bem, especialmente Filipe. É ótimo poder chegar um pouco perto dele [no ranking]. Ainda há três outros eventos e vai ser muito divertido."

"Agora é hora de ir para o México, amanhã, descansar um pouco. Depois, vou ficar pronto para a França", afirmou o brasileiro, se referindo à próxima etapa, que será disputada em Landes. "Estas ondas foram as do mais alto nível que já surfamos na vida."

Medina conquistou o título com 17.86 pontos, ao anotar 8.73 na primeira onda para a direita e 9.13, com um kerrupt, na segunda para a esquerda. O troféu foi sacramentado com o erro de Julian Wilson na segunda onda à esquerda. Naquele momento, o australiano precisava trocar sua nota, que era de 6.57.

"Hoje eu fiquei realmente preocupado com a direita, então tentei surfar muito bem e focar nisso", explicou Medina. "Agora, eu vou continuar trabalhando na esquerda, tentar meus aéreos, ver o que acontece. Eu prefiro a esquerda, com certeza, eu consigo algo maior. Espero que conseguir melhorar minha direita também."

Filipinho não foi páreo para o conterrâneo mesmo somando a melhor nota de todo o evento, 9.80, em um alley oop na segunda onda para a direita. A outra nota somada foi 7.23, na terceira para a esquerda, terminando a final na segunda colocação, com 17.03.

Fora da elite em 2018 e um dos convidados ao evento na Califórnia, Miguel Pupo terminou a etapa na oitava colocação, com 12.96, com uma ótima onda à esquerda, que o rendeu 8.13.

Idealizador da piscina com ondas, o americano Kelly Slater terminou na terceira colocação, com 16.27, à frente do japonês Kanoa Igarashi, que somou 15.77. Completaram a final os australianos Owen Wright e Julian Wilson, com 15.40 e 15.37, respectivamente, e o haviano Sebastian Zietz, 15.07.

Ao contrário do restante do calendário, os surfistas não competiram em baterias na etapa de Surf Ranch. Divididos em grupos, os surfistas entraram na piscina um de cada vez, pegando ondas para a direita e para a esquerda. Os classificados, então, foram definidos a partir das melhores notas.

Antes do começo da rodada final, a WSL avisou aos atletas que eles teriam direito a uma onda adicional à esquerda. Segundo a organização, a decisão foi tomada devido a "condições e irregularidades das ondas".

Com o título, Gabriel Medina soma 10 mil pontos, chegando a 45.685, encostando no líder Filipe Toledo, que agora tem 49.785, após somar 7,8 mil com a segunda colocação na Califórnia. Bem distante da dupla brasileira está o terceiro colocado Julian Wilson, que adicionou 4.745 nos Estados Unidos e agora soma 37.125.

A próxima etapa, em mar aberto, será disputada em Landes, na França, com janela prevista entre os dias 3 e 14 de outubro.

Final feminina

Sem brasileiras na água, a final feminina foi vencida com tranquilidade pela havaiana Carissa Moore. Sem precisar competir nas duas últimas ondas, ela foi campeã com 8.60 na segunda onda à esquerda, e 9.20 na segunda à direita, somando 17.80. O título, seu primeiro em 2018, a colocou na terceira posição da classificação geral.

Líder do ranking, a australiana Stephanie Gilmore foi a segunda colocada na Califórnia, com 16.70. Vice-líder geral, a americana Lakey Peterson foi a terceira, ao somar 16.57.

(*) UOL

Envie seu Comentário