13/04/2019 08h02

Mulher de 44 anos morre em Campo Grande com suspeita de dengue hemorrágica

Se confirmada, mulher pode ser 12ª vítima da doença no ano

 
Correio do Estado
Hospital realizou teste para verificar suspeita de dengue - Foto: Valdenir Rezende / Arquivo / Correio do Estado Hospital realizou teste para verificar suspeita de dengue - Foto: Valdenir Rezende / Arquivo / Correio do Estado

Uma mulher de 44 anos morreu no início da noite de hoje no Hospital Regional, com suspeita de dengue hemorrágica. Caso a doença seja confirmada, esta pode ser a 12ª morte por dengue em Mato Grosso do Sul neste ano.

De acordo com informações da Secretaria Estadual de Saúde, a vítima deu entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde ficou internada por cinco dias.

Ela apresentava sinais clínicos de dengue e foi transferida da UPA para o Regional às 11h30 desta sexta-feira (12) e, por conta dos sintomas, foi feita a notificação por suspeita de dengue e o laboratório do hospital chegou a fazer o exame para verificação.

No entanto, a mulher não resistiu e morreu por volta das 17h30 de hoje, antes do resultado ficar pronto. Ainda segundo a secretaria de Saúde, uma amostra colhida no hospital será encaminhada para o Laboratório Central (Lacen) e será dada prioridade na investigação.

DENGUE

Conforme o último boletim epidemiológico, divulgado pela SES na quarta-feira (10), 11 pessoas tiveram morte confirmada por dengue no Estado neste ano.

O caso mais recente foi de um morador de Maracaju, de 35 anos, que morreu no domingo. Um dia antes, a Saúde havia registrado uma morte em Ponta Porã. A vítima era do sexo masculino e tinha 40 anos. Além desses dois municípios, também registraram mortes as cidades de Campo Grande, com quatro mortes confirmadas (dois idosos e duas crianças); Três Lagoas, com três mortes (dois idosos e um adulto) e Dourados, com duas mortes (uma criança e um adulto).

Ainda de acordo com os dados do boletim, até o dia 10 deste mês foram 9.323 casos da doença confirmados, sendo 6.112 em Campo Grande e 1.512, em Três Lagoas.

No Estado, são 21.742 notificações da doença, número mais que o dobro em comparação ao ano passado, quando as notificações ficaram em 10.741.

Envie seu Comentário