29/10/2015 09h56 – Atualizado em 29/10/2015 09h56

Com investimento de R$ 15 milhões, Elektro inicia as obras de construção da nova linha de transmissão que terá a extensão de sete quilômetros

Assessoria

Na próxima terça-feira, dia 3 de novembro, a Elektro, distribuidora de energia, inicia as obras de construção da nova linha de transmissão que interligará a Subestação Marechal Rondon à Usina Termelétrica Luis Carlos Prestes, da Petrobras.

Com um investimento de R$ 15 milhões, a Linha de Transmissão de Três Lagoas é uma obra de reforço energético que vai beneficiar o município e região com mais disponibilidade de energia. “Esta obra vai possibilitar a transmissão da energia que fica, hoje, represada na Usina Termelétrica Luis Carlos Prestes para a cidade de Três Lagoas”, diz Guilherme Cruz, especialista em subestações e linhas de transmissão da Elektro.

A fase de topografia começou em setembro e as escavações se iniciaram em outubro. Agora, em novembro, terá início a fase de concretagem das torres e, em dezembro, começa a montagem propriamente dita. O lançamento de cabos terá inicio em janeiro do próximo ano. A previsão é que a obra em Três Lagoas seja entregue em fevereiro de 2016.

Pensando na preservação ambiental, a Elektro estabeleceu critérios e procedimentos para a redução e mitigação dos impactos na vegetação decorrentes da implantação do empreendimento, gerando o menor impacto ambiental possível.

COMO FUNCIONA

A Linha de Transmissão é formada por fios que transportam eletricidade. Esses fios são ligados por torres que conectam usinas geradoras de eletricidade a subestações. São essas subestações que levam a energia às casas dos clientes. Ao redor das linhas de transmissões, são deixadas faixas de terra para facilitar a manutenção e manter a área preservada para evitar acesso próximo, garantindo a segurança.

É importante tomar algumas medidas de prevenção nas proximidades da linha, como: nunca soltar pipas perto dos fios, não promover eventos com aglomeração de pessoas, não utilizar fogos de artifício, não construir edifícios residenciais ou industriais, não utilizar máquinas agrícolas, jamais iniciar queimadas de qualquer natureza e nunca dirigir jatos de água em direção aos fios.

(*) Elektro

A previsão é que a obra em Três Lagoas seja entregue em fevereiro de 2016. (Foto: Ilustração)

Comentários