01/03/2019 15h02

Obras do CEI e da Escola estadual correm em ritmo acelerado; escolas devem ser entregues até o início de 2020

Redação

As obras de construção do Centro de Educação Infantil (CEI) e da Escola Municipal do Residencial Novo Oeste já tomaram forma e começam a fazer parte do dia a dia dos moradores.

O CEI já está na fase de finalização de superestrutura, assentamento de alvenaria de vedação e instalação do castelo d’água. A escola está na finalização de superestrutura, assentamento de alvenaria de vedação, reboco de alvenaria e montagem de estrutura metálica da quadra.

A previsão de entrega das unidades é até o início do ano que vem. As obras orçadas em mais de R$ 10 milhões irão atender cerca de mil crianças nos períodos matutino e vespertino. “As obras já iniciaram e estão com a creche na execução da fundação, e a escola, por ser uma área maior, na fase inicial de movimentação de terra para nivelamento do terreno”, informou Adriano Barreto, diretor de Infraestrutura da SEINTRA.

O CEI terá capacidade de atendimento de até 376 crianças, em dois turnos (matutino e vespertino), ou 188 crianças em período integral. As escolas de educação infantil são destinadas a crianças na faixa etária de 0 a 5 anos e 11 meses. O CEI será composto por dois blocos juntamente com o pátio coberto são interligados por circulação também coberta. Na área externa estão o playground, jardins, o castelo d’água e a área de estacionamento.

A escola será composta por 12 salas de aula, e terá capacidade de atendimento de até 780 alunos, em dois turnos (matutino e vespertino), e 390 alunos em período integral. A proposta básica refere-se a uma edificação simples e racionalizada, atendendo aos critérios básicos para o funcionamento das atividades de ensino e aprendizagem.

O CEI está sendo construído na Avenida Daniel Alencar (antiga Aroeira), Quadra 01, lote 2B, esquina com Rua Jatobá, Loteamento Novo Oeste e a Escola será na Rua Quixeramobim, lote nº 01C, Quadra 02, Loteamento Novo Oeste II.

Obras estão adiantadas. Foto: Divulgação

Comentários