03/05/2016 08h59 – Atualizado em 03/05/2016 08h59

Os seis diretores-gerais eleitos em consulta à comunidade realizada este mês foram empossados na tarde desta sexta-feira, 29, pelo Conselho Superior (Cosup) do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS)

Assessoria

Os seis diretores-gerais eleitos em consulta à comunidade realizada este mês foram empossados na tarde desta sexta-feira, 29, pelo Conselho Superior (Cosup) do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS).

Tomaram posse Hilda Ribeiro Romero (Aquidauana), Francisco Xavier da Silva (Coxim), Rosane Fernández Garcia (Campo Grande), Sandro Santos (Corumbá), Marcos Vilhanueva (Ponta Porã) e Ápio Silva (Três Lagoas).

O reitor do IFMS, Luiz Simão Staszczak, afirmou que a posse é momento de consolidação da democracia e agradeceu o trabalho dos diretores que estão saindo. Simão pediu ainda dedicação aos novos.

A nomeação dos eleitos também foi publicada na edição de sexta-feira do Diário Oficial da União (DOU). De acordo com portaria do Ministério da Educação, o mandato dos novos dirigentes terá duração coincidente ao restante do mandato do reitor, empossado em dezembro de 2015.

Cerimônia – Realizada na reitoria, em Campo Grande, a posse dos novos diretores foi transmitida ao vivo para todos os campi. A cerimônia aconteceu após a 8ª reunião extraordinária do Conselho Superior.

Além dos membros do Cosup e dos novos diretores, também estiveram presentes os ex-dirigentes pro-tempores que deixaram os cargos: Delmir Felipe (Aquidauana), Joelson Maschio (Campo Grande), Cláudia Fernandes (Corumbá), Ubirajara Garcia (Coxim), Rogério Batista (Ponta Porã) e Márcio Teixeira (Três Lagoas).

Desafio – Para os novos diretores-gerais, assumir o cargo é um “grande desafio”, em virtude da responsabilidade confiada a eles pela comunidade. Eles foram os primeiros do IFMS a serem escolhidos por meio do voto.

Eleita em Aquidauana, Hilda reforçou que o trabalho será realizado em equipe para consolidar a implantação do campus. Ela afirma que sua primeira meta é reduzir a quantidade de estudantes que desistem dos cursos.

Rosane Fernández, do Campus Campo Grande, explicou que o fato dos novos diretores chegarem ao cargo por meio de uma eleição traz mais segurança para a gestão. Como primeiras ações, ela informa que realizará no campus um diagnóstico de satisfação dos servidores e fazer mudanças de acordo com as necessidades do campus. “Esse é o primeiro passo para formar a equipe. Quero que as pessoas se sintam parte do IFMS”.

Em Corumbá, Sandro Santos pretende promover a democratização da gestão. “A eleição deu a todos a oportunidade de indicar os rumos que o campus deve seguir. Agora, é alguém que está inserido na comunidade que está na gestão”, explicou. Uma das medidas iniciais será discutir com a comunidade onde serão feitos os investimentos, além trabalhar para a formação dos colegiados de curso. “Quero um diálogo maior entre estudante, professor e gestão”, disse.

Francisco Silva, eleito em Coxim, diz que o primeiro desafio é ampliar o número de estudantes e garantir que os egressos tenham locais para trabalhar. Outras preocupações são a gestão financeira em tempos de redução de recursos e a melhoraria na qualidade do ensino. Sobre alterações na equipe, Francisco diz que será conservador. “Não vamos promover rupturas, são todos servidores concursados e todos que estão na gestão continuam”, pontuou.

Uma gestão transparente voltada para contribuir com o desenvolvimento do município é o que pretende o eleito em Ponta Porã, Marcos Vilhanueva.

Em Três Lagoas, Ápio Silva explica que o foco será a busca de parcerias com grandes empresas para tentar melhorar a estrutura do campus e promover mais estágios para os estudantes. “Também vamos buscar a prefeitura para solucionar o problema do asfalto da rua que leva ao campus e fundar uma Associação de Pais e Mestres para que tenhamos uma voz da comunidade dentro do campus”, afirmou.

Transmissão de cargo – A apresentação dos novos diretores às comunidades dos campi será feita, oficialmente, em maio, com solenidades de transmissão de cargos nos seis municípios.

A previsão é que o primeiro campus a realizar o evento seja Campo Grande, no dia 13. Na sequência, estão previstas solenidades em Coxim (16), Três Lagoas (17), Ponta Porã (18), Aquidauana (19) e Corumbá (20).

Na ocasião, os diretores eleitos irão receber o cargo dos ex-diretores. As cerimônias terão a presença do reitor Luiz Simão Staszczak.

Consulta – O processo de consulta para o cargo de diretor-geral nas seis unidades do IFMS teve início em fevereiro, respeitando os prazos estabelecidos pela Lei n° 11.892 e o Decreto nº 6.986, de acordo com a data de publicação das portarias autorizando o funcionamento dos campi.

A consulta aos estudantes e servidores dos campi Campo Grande, Corumbá, Ponta Porã e Três Lagoas e dos polos de educação a distância foi realizada no dia 19 de abril. Em Aquidauana e Coxim, a votação ocorreu no dia 14.

O processo foi coordenado pela Comissão Eleitoral Central, homologada pela resolução 013/2016 do Cosup, com o apoio das Comissões Eleitorais dos Campi.

(*) Assessoria de Comunicação do IFMS

Cerimonia foi realizada na Capital em reunião do Cosup. (Foto: Assessoria)

Comentários