18/06/2015 10h11 – Atualizado em 18/06/2015 10h11

O presidente da FNE, Murilo Pinheiro, ressaltou que a expectativa em realizar o evento em Campo Grande, sempre foi a melhor possível, tanto pela importância do estado, quanto pelo companheiro Edson Shimabukuro à frente da organização local.

Assessoria

O presidente do Sindicato dos Engenheiros de Mato Grosso do Sul (SENGEMS), vereador Edson Shimabukuro (PTB), acompanhado do presidente da Federação Nacional dos Engenheiros, Murilo Pinheiro, do vice-presidente do SENGEMS, Mucio Teixera e do Eng. Ronaldo Rezende, visitaram nesta terça-feira (16), as principais autoridades de Mato Grosso do Sul e de Campo Grande para oficializar o convite ao IX CONSE – Congresso Nacional dos Engenheiros.

As reuniões foram com o governador do Estado Reinaldo Azambuja (PSDB), com o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi (PMDB) e com o presidente da Câmara de Vereadores de Campo Grande, vereador Mario Cesar (PMDB). Todos confirmaram a presença no evento que acontece em nos dias 5,6 e 7 de outubro deste ano.

O presidente da FNE, Murilo Pinheiro, explicou às autoridades sul-mato-grossenses que o congresso da categoria acontece a cada três anos, reunindo profissionais de todo o País. A escolha do Estado para o evento nacional, observou o presidente da FNE, se deu pelo dinamismo econômico que Mato Grosso do Sul vem alcançando nos últimos anos. Shimabukuro reforçou a importância da realização da atividade, informando que serão debatidos temas relevantes ao Estado, como plano diretor ecológico e modelos de saneamento básico.

“O Conse acontece a cada três anos, e colocamos Campo Grande para disputar a sede do evento este ano. Concorremos com Belém, Brasília e Fortaleza. Com o apoio da FNE conseguimos trazer este importante evento para nossa Capital”, disse Shimabukuro.

O governador ficou entusiasmado com a oportunidade de reunir tantas autoridades nacionais e discutir assuntos fundamentais ao desenvolvimento sustentável, como as energias renováveis e investimentos em novas termelétricas com produtos que seriam descartados, como o toco do eucalipto. Ele informou que se empenhará, pessoalmente, em convidar outros governadores a estarem na abertura do IX Conse.

O prefeito Gilmar Olarte, disse que o evento é uma oportunidade de mostrar Campo Grande para os profissionais da engenharia, sendo uma cidade planejada e com riquezas naturais como o Aquífero Guarani. Olarte destacou também os investimentos realizados na mobilidade urbana e em outros setores da capital.

O presidente da FNE, Murilo Pinheiro, ressaltou que a expectativa em realizar o evento em Campo Grande, sempre foi a melhor possível, tanto pela importância do estado, quanto pelo companheiro Edson Shimabukuro à frente da organização local.

“Após termos a oportunidade de conversar com o governador Reinaldo Azambuja, com o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi, e o da Câmara Municipal, vereador Mario Cesar, ficamos ainda mais convictos de que o Congresso Nacional dos engenheiros será de altíssima qualidade e poderá contribuir efetivamente com o debate nacional. Isso porque é fundamental que a discussão técnica e sindical que colocaremos em pauta esteja acompanhada de representatividade política e social. E teremos esse elemento fundamental devido à clara disposição das autoridades do Estado e do Município de prestigiarem e participarem do nosso congresso”, finalizou.

(*) Assessoria de Imprensa

 Governador Reinaldo Azambuja se entusiasmou com o evento e confirmou sua presença. (Foto: Assessoria)

Comentários