21/11/2018 09h48

As competições das Paralimpíadas Escolares iniciaram oficialmente nesta quarta-feira (21), no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo

Redação

Já começaram as disputas de atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, futebol de 5, futebol de 7, goalball, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado.

Os oito esportes se juntam ao judô, natação e tênis de mesa na composição das 11 modalidades ofertadas nas Escolares 2018. Vale ressaltar que estão aptas a participar crianças de 12 a 17 anos.

Todas as competições serão realizadas no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, e se estenderá até sexta-feira (23).

O maior evento esportivo do mundo para pessoas com deficiência em idade escolar conta com a participação de cerca de duas mil pessoas, entre atletas, técnicos, dirigentes, voluntários e equipes do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Ao todo foram inscritos, 992 atletas de 24 estados e o Distrito Federal.

Semelhante a 2017, serão ofertadas 11 modalidades: atletismo, bocha, basquete em cadeira de rodas (formato 3×3), futebol de 5 (para cegos), futebol de 7 (para paralisados cerebrais), goalball, judô, natação, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado.

A delegação de Mato Grosso do Sul, conta com mais 108 integrantes, sendo 73 atletas, cerca de 32 staffs e 3 dirigentes.

A equipe sul-mato-grossense irá competir nas modalidades de atletismo, basquete 3×3, bocha, futebol de sete, judô, natação e tênis de mesa, nas categorias (masculino e feminino).

No ano passado, o MS, conquistou o 4º lugar no ranking geral das competição, com 70 medalhas e 292 pontos, ficando atrás apenas de São Paulo, Santa Catarina e Distrito Federal.

As Escolares, servirão como seletiva para o Camping Escolar Paralímpico 2019, projeto que promove semanas de treinamento intensivo e de alto rendimento para os jovens atletas.

Este ano, serão comtempladas todas as modalidades, com capacidade para cem vagas.

As Paralimpíadas Escolares contam com o apoio da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida de São Paulo.

Mato Grosso do Sul participa com o apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de mato Grosso do Sul (Fundesporte).

Centro Paralímpico Brasileiro (CPB)

O Centro Paraolímpico Brasileiro está localizado no parque Fontes do Ipiranga, Zona Sul de São Paulo, e tem instalações esportivas indoor e outdoor que servem para treinamentos, competições e intercâmbios de atletas e seleções em 15 modalidades paralímpicas: atletismo, basquete, esgrima, rúgbi e tênis em cadeira de rodas, bocha, natação, futebol de 5 (para cegos), futebol de 7 (para paralisados cerebrais), goalball, halterofilismo, judô, tênis de mesa, triatlo e vôlei sentado.

Além disso, tem área residencial com alojamentos com capacidade para 280 pessoas, refeitório, lavanderia e um setor administrativo com salas, auditórios e outros espaços de apoio.

O CPB foi inaugurado em maio de 2016 e é o principal centro de excelência do Brasil e da América Latina e um dos melhores do mundo esporte de alto rendimento.

(*) Informações Portal MS

Os oito esportes se juntam ao judô, natação e tênis de mesa na composição das 11 modalidades ofertadas nas Escolares

Comentários