04/10/2013 09h29 – Atualizado em 04/10/2013 09h29

Após ser resgatada de armadilha, onça terá a pata dianteira amputada

A onça ficou mais de dois dias com a pata presa num cabo de aço, utilizado por caçadores da região

Da Redação

A onça-parda que foi resgatada de uma armadilha de caçadores, no último sábado (28), em Fátima do Sul, terá que passar por uma cirurgia e a sua mão será amputada. O felino, de aproximadamente 3 anos, passará hoje (04) pelos procedimentos cirúrgicos.

O felino foi resgatado pela PMA de Dourados, com apoio de técnicos do CRAS. O animal está sobre os cuidados do médico-Veterinário do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), Álvaro Cavalcanti. “A onça esta recebendo hidratação na veia e está sedada. A pata teve a perda das falanges em virtude da armadilha. Teremos que retirar todo o membro. O animal ficará bem” afirmou Álvaro.

A onça ficou mais de dois dias com a pata presa num cabo de aço, utilizado por caçadores da região. O animal foi encontrado às margens do Rio Dourados. A onça será mantida no CRAS.

(*) Com informações de Notícias MS

O felino, de aproximadamente 3 anos, passará hoje (04) pelos procedimentos cirúrgicos (Foto: Divulgação/Cras)

Comentários