24/04/2019 08h52

Ação foi deflagrada nesta quarta-feira por policiais federais de Naviraí e de MG em duas cidades mineiras

Campo Grande News

A Polícia Federal desencadeou nesta quarta-feira (24) a Operação Pepper para desarticular uma organização criminosa que atua no contrabando de cigarro do Paraguai para Minas Gerais tendo Mato Grosso do Sul como rota.

Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas residências dos investigados nas cidades de Pimenta e Piumhí, as duas no interior mineiro. Agentes da Polícia Federal em Naviraí (MS), com apoio da delegacia da PF em Divinópolis (MG), cumpriram os mandados. Não houve prisões.

Dois carros de luxo, sendo um Mercedes Benz e um Jeep Compass, foram apreendidos com os investigados. Os agentes também apreenderam relógios importados e uma pistola. Os nomes dos envolvidos não foram informados.

Em uma das casas os agentes apreenderam um celular com fotos das cargas de cigarro paraguaio. Através do aplicativo WhatsApp, um dos investigados mandava fotos do momento do descarregamento da mercadoria contrabandeada.

Conforme a PF, as investigações começaram após a apreensão de grande quantidade de cigarro contrabandeado feita por policiais militares na zona urbana de Iguatemi (MS), cidade perto do território paraguaio. A carga estava em uma carreta.

Durante as investigações, a PF identificou os envolvidos diretamente nas atividades criminosas e outros que se relacionaram financeiramente com os membros da organização criminosa movimentando altas somas em dinheiro oriundo da atividade ilícita. O nome da operação, pimenta em inglês, é uma alusão à cidade de atuação do principal investigado.

Carros apreendidos nesta quarta-feira durante operação contra contrabandistas de cigarro (Foto: Divulgação)

Comentários