08/06/2015 16h09 – Atualizado em 08/06/2015 16h09

PRF fecha Operação Corpus Christi com aumento de acidentes e autuações no Estado

Comparando com os resultados da Operação em 2014, acidentes tiveram um aumento de 21% e o número de feridos subiu para 45,16%; nenhuma morte foi registrada

Fábio Jorge

A Operação Corpus Christi da Polícia Rodoviária Federal que, a exemplo do ano passado teve duração de 4 dias, registrou aumento no número de acidentes e feridos, porém sem vítima fatal.

Desencadeada de 03 a 07 de junho, a PRF intensificou as fiscalizações nas principais rodovias do Estado e recebeu um reforço operacional nos dias 01 e 02. A Operação fechou com um saldo de 4213 autuações por infrações cometidas pelos condutores. Para melhor desempenho das atividades, os policiais contaram com radares móveis, mais viaturas nas bases e equipamentos especiais para este tipo de ação.

Os policiais flagraram velocidades que chegaram a 179 Km/h e prendeu 17 pessoas por embriaguez ao volante. O balanço aponta aínda que 95% dos acidentes tiveram como causa uma falha humana, ou seja, infração cometida pelo condutor. Isso demonstra que, boa parte dos motoristas insiste em desrespeitar a legislação de trânsito o que explica a maior parte das ocorrências em rodovias federais.

Um flagrante de embriaguez, de maior relevância para a PRF neste ano, foi o condutor de um Fiat Uno que saiu da pista, na Br 163 -, Km 177 em Juti / MS. O condutor e passageiro do veículo saíram bastante feridos e ao realizar o teste de etilômetro no motorista, o resultado acusou um valor de 1,05, valor bastante elevado tendo em vista a média obtida nos flagrantes pela PRF.

Esta ocorrência se deu no dia 06 de junho de 2015 ás 18h55 e é mais uma demonstração de que bebida e direção são uma combinação altamente perigosa.

Na comparação de números que levam em conta a frota os resultados alcançados foram:

Total de Autuações:

Excesso de velocidade: 2851Ultrapassagens Proibidas: 343Autuações geral 4213Testes Etilômetro: 2901

Os policiais contaram com reforço operacional nos dois dias antes do início oficial da Operação nas rodovias (foto: Divulgação)

Comentários