02/04/2015 17h49 – Atualizado em 02/04/2015 17h49

Na ação, serão empregadas 450 viaturas dos cinco batalhões de Polícia Militar Rodoviária, além de policiais do Grupamento de Radiopatrulha Aérea (GPRAe) e de unidades regionais

Assessoria

A Polícia Militar Rodoviária de São Paulo realiza desde às 14 horas desta quinta-feira (02) uma operação especial para reforçar a segurança nos mais de 22 mil quilômetros de rodovias estaduais durante a Operação Semana Santa 2015. Na ação, serão empregadas 450 viaturas dos cinco batalhões de Polícia Militar Rodoviária, além de policiais do Grupamento de Radiopatrulha Aérea (GPRAe) e de unidades regionais.

A fiscalização da velocidade dos carros nas rodovias será feita por meio de 93 radares inteligentes fixos – instalados em 42 pontos do Estado. Também haverá 61 radares móveis inteligentes, instalados em viaturas, para dar mais mobilidade à fiscalização nas estradas.

A Polícia Rodoviária contará com 323 bafômetros para a realização de testes de embriaguez da Operação Direção Segura, que também serão usados em ocorrências de acidentes.

A ação, que vai até a meia-noite de domingo (5/4), tem como objetivo evitar acidentes e garantir a fluidez do trânsito. A operação contará também com a participação da Secretaria de Logística e Transportes, da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP), do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), empresa Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa) e das concessionárias de rodovias.

Equipamentos

Os radares móveis inteligentes permitem dar mais mobilidade ao trânsito e melhorar a fiscalização. Esses equipamentos são chamados de OCR Embarcados e leem automaticamente as placas dos veículos. Depois, as informações são repassadas aos policiais quase instantaneamente. Com isso, é possível selecionar, de forma mais eficiente, quais carros serão abordados.

O radar facilita o encontro de veículos roubados e, consequentemente, a prisão de criminosos: o sistema integrado registra as placas de carros com irregularidades, permitindo que todos os radares da malha viária paulista possam encontrá-los. Para que isso aconteça, a polícia destaca a importância da comunicação de ocorrências pelo 190.

Álcool e trânsito

A PM alerta que o motorista que for flagrado dirigindo embriagado será multado em R$ 1.915,40 e poderá ter o veículo apreendido e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) retida por 12 meses. O condutor poderá ainda que responder criminalmente a uma pena de seis meses a três anos de prisão.
Recomendações

Para quem pretende viajar durante o feriado prolongado, a Polícia Militar recomenda cuidados especiais, tais como:

  • O planejamento da viagem, com a definição do itinerário, anotação de telefones de emergência, localização das bases da Polícia e de pontos de apoio para eventuais paradas;

  • A revisão do veículo, com atenção especial aos equipamentos obrigatórios, sistema de iluminação e sinalização, combustível e documentação;

  • A não ingestão de bebidas alcoólicas ou outras substâncias que alterem a capacidade de direção do veículo;

  • O cumprimento das normas e da sinalização de trânsito.

(*) Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública

Nas fiscalizações também serão realizados teste do bafômetro (Foto: Divlgação/SSPSP)

Serão usados na operação radares móveis inteligentes para melhorar a fiscalização (Foto: Divulgação)

Comentários