14/10/2013 17h42 – Atualizado em 14/10/2013 17h42

Arrancadão de barcos atrai mais de 10 mil pessoas nos dois dias de festa

Organização conseguiu arrecadar R$ 4.900, através de doações feitas pelo público que colaboraram, participando com quantias que variava de R$ 10 à R$ 400. O montante servirá para premiar os vencedores da competição

Ricardo Ojeda

Os organizadores do 10ª Arrancadão de Barcos que aconteceu no final de semana em Três Lagoas fecharam o evento com “chave de ouro”. Mesmo sem ajuda da prefeitura, a promoção aconteceu, atraindo para a prainha do Jupiá mais de 10 mil pessoas durante os dois dias da festa.

De acordo, com o vereador Gil do Jupiá, alguns amigos e empresas ajudaram com doações em dinheiro, totalizando R$ 4.900, montante que foi conseguido no local, quando se realizava o evento. “Muitas amigos ficaram sensibilizados e conseguimos durante a festa arrecadar R$ 4.900, dinheiro que será utilizado para as premiações aos vencedores da corrida” salientou Gil.
Além da premiação em dinheiro, os vencedores foram contemplados com motor, carretas de barcos, equipamentos doados por empresas do segmento náutico.

APOIO

A estrutura do evento contou com apoio da Marinha do Brasil, que enviou duas embarcações e oito marinheiros que fizeram a fiscalização do evento, inclusive acompanhando as provas e fiscalizando os pilotos e suas embarcações.

Equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e de empresas de segurança particular também trabalharam no local.

Durante os dois dias de festa, a animação contou com shows de artistas prata da casa, como o grupo Ousadia, Pedro & Geraldo, Paulo Cezar & Eduardo, e apresentação de DJs.

FATURAMENTO EXTRA

As lanchonetes e restaurantes próximos ao local ficaram lotados durante o dia inteiro, mostrando a rentabilidade do evento. Também as entidades trabalharam no local, vendendo bebidas e alimentos, obtendo renda considerável.

Outros que exploraram os estacionamentos foram alguns proprietários de imóveis, que fizeram do quintal da casa, local para estacionar veículo. O valor para carro era de R$ 10, enquanto de motocicleta R$ 5.

O morador Eloi Feliciano Martins da Silva, 24 anos, disse ao Perfil News que tinha arrecadado R$ 90 reais explorando o quintal da sua casa como estacionamento. Muito contente ele falou que o dinheiro vai ser aplicado na compra de mês no mercado. Igual a ele; vários outros moradores utilizaram do mesmo expediente para faturar. Até os catadores de latinhas lucraram com a festa.

Cerca de 30 pilotos competiram no domingo, em várias categorias e a premiação será entrega na noite de segunda-feira na quadra de esportes de Jupiá (Foto: Ricardo Ojeda)

Vereador Gil do Jupiá conseguiu arrecadar R$ 4.900 através de doações de quantias que variavam de R$ 10 à R$ 400 e a verba será aplicada na premiação dos vencedores da competição (Foto: Ricardo Ojeda)

Duas lanches e mesmo militares da Marinha do Brasil esteve no evento fazendo a fiscalização odos pilotos e das embarcações (Foto: Ricardo Ojeda)

Competidores mostraram muita habilidades nas manobras radicais (Foto: Ricardo Ojeda)

Na festa do povo todos encontraram uma forma de faturar, no caso o catador de latas aproveitou para ganhar dinheiro (Foto: Ricardo Ojeda)

De acordo com os organizadores, mais de 10 mil pessoas prestigiaram o arrancadão nos dias dias do evento (Foto: Ricardo Ojeda)

A prainha teve que ter um cordão de isolamento para o público não entrar na água (Foto: Ricardo Ojeda)

O morador, Eloi Feliciano Martins da Silva, 24 anos, faturou R$ 90 reais explorando o quintal da sua casa como estacionamento (Foto: Ricardo Ojeda)

Motos e veículos lotaram o estacionamento disponíveis nas vias públicas (Foto: Ricardo Ojeda)

Nos dois lados da via, veículos e motocicletas tomaram conta do espaço para estacionar (Foto: Ricardo Ojeda)

Comentários