31/10/2015 10h57 – Atualizado em 31/10/2015 10h57

Órgão da Fazenda detecta movimentação milionária de Lula e Palocci

Coaf identifica valores incompatíveis com renda também em conta bancária de Erenice Guerra

Da Redação

Um relatório do Coaf, órgão de inteligência financeira vinculado ao Ministério da Fazenda, aponta que contas ligadas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao ex-ministro Antonio Palocci e à ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra movimentaram 294,6 milhões de reais. As informações foram publicadas pela revista “Época” na edição divulgada na sexta (30).

Segundo a publicação, o documento de 32 páginas identifica movimentações incompatíveis com as respectivas rendas daqueles ligados às contas: Lula (52,3 milhões de reais, de abril de 2011 a maio de 2015), Palocci (216 milhões de reais, de janeiro de 2008 a abril de 2015) e Erenice (26,3 milhões de reais, de 2008 a 2015). O relatório foi entregue à CPI do BNDES, que investiga contratos considerados suspeitos assinados pelo banco de 2003 a 2015, nos governos do PT.

Em agosto, a revista “Veja”, também com base em relatório do Coaf, revelou que a empresa do ex-presidente, LILS Palestras e Eventos, recebeu 27 milhões de reais de 2011 a 2014, sendo 9,8 milhões de reais de empreiteiras investigadas no escândalo da Petrobras.

Segundo a “Época”, a movimentação total da empresa no período foi de 52,3 milhões de reais. Parte da receita foi repassada a pessoas próximas e investida em plano de previdência privada (6,2 milhões de reais). Procurada, a assessoria de imprensa do ex-presidente Lula não foi localizada.

(*) O Sul

Movimentação total da empresa no período foi de 52,3 milhões de reais (Foto:Reprodução)

Comentários