A ação aconteceu durante todo o dia, realizada pela Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), porém, após as 21h, com o reforço das outras equipes, foi fiscalizado o cumprimento do toque de recolher

A vigilância Sanitária da Prefeitura de Três Lagoas continuou a fiscalização neste domingo (19). O foco foi campos em que estavam sendo realizadas partidas de futebol, que está proibido no Decreto Municipal.

São realizadas fiscalizações periódicas nos campos de diversos bairros de Três Lagoas. “O esporte de contato está proibido por ter um alto risco de contaminação. Então, estamos fiscalizando para que não aconteça durante esse momento de pandemia”, afirmou Cristovam Bazan, diretor de Vigilância Sanitária.

Foram interditados quatro campos, nos bairros Vila Carioca, Osmar Dutra, Jardim das Acácias e Ipanema. Para a ação, a Vigilância Sanitária contou com o apoio da Força Tática da Polícia Militar e Defesa Civil.

AÇÃO ANTERIOR

A ação tem acontecido durante todo o final de semana e em dias que há denúncias. No último sábado (19) a Prefeitura Municipal de Três Lagoas em parceria com a Polícia Militar, Polícia Militar Ambiental , Ministério Público, Polícia Civil, Defesa Civil e os fiscais do “Três Lagoas de Olho no Coronavírus” realizou uma ação em diversos pontos da Cidade.

A ação aconteceu durante todo o dia, realizada pela Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), porém, após as 21h, com o reforço das outras equipes, foi fiscalizado o cumprimento do toque de recolher.

Na noite de sábado, a força tarefa foi dividida em três equipes, todas compostas por representantes da Vigilância Sanitária e militares, que auxiliaram na ação. Elas percorreram diversos bairros da Cidade, fiscalizando bares, restaurantes, lanchonetes, igrejas e residências, para a fiscalização. Após o término das fiscalizações, as equipes realizaram uma blitz para a abordagem de motoristas que descumpriam o decreto.

Durante a ação, que se estendeu até às 01h da madrugada de domingo (19), aconteceu 01 multa e interdição de estabelecimento que descumpria diversas normas dos decretos, 06 pessoas foram encaminhadas à delegacia, 03 notificações, 03 abordagens a festas em residências e 30 orientações em estabelecimentos.

“Já vimos uma grande diferença no comportamento, principalmente nos estabelecimentos comerciais de Três Lagoas após a ação de sexta-feira. Essa noite foi mais tranquila e a maioria já está adequada ao que o Comitê definiu para que consigamos diminuir as aglomerações”, afirmou Cristovam Bazan, diretor de Vigilância Sanitária.

O promotor de justiça do Ministério Público Estadual, Moisés Casarotto, um dos integrantes do Comitê, também esteve na ação e comentou sobre as novas regras “o Comitê definiu regras junto com diversos representantes da sociedade civil organizada, pensando em maneiras que colaboram para a não proliferação do Coronavírus, o que foi acatado e decretado pelo Município. Tudo foi pensado por tecnicos que integram o Comite em conjunto com todos os setores econômicos da cidade, com objetivo de proteger a saúde da população e manter as empresas e os empregos”, afirmou.

“O toque de recolher existe para que haja um controle mais sobre locais de possível aglomeração noturna, festas, bares e outros locais que acabam sendo propícios para a propagação do vírus. É algo que precisa ser cumprido e vamos continuar fiscalizando para que a população entenda a necessidade”, completou o promotor.

Nas abordagens, as equipes também fizeram o trabalho de conscientização sobre uso de máscara, álcool em gel e tiraram dúvidas sobre o funcionamento de outros estabelecimentos que também estão passando por fiscalização.

Entre os bairros percorridos na ação de sábado estão Centro, Jupiá, Vila Nova, Vila Alegre, Oiti, Acácias, Paranapungá, Interlagos, Santa Rita, Vila Piloto, Jardim Primaveril, Santa Luzia, Santos Dumont, Vila Carioca, Vila São João, Vila Nova, JK, Santa Terezinha, São Carlos e Parque das Mangueiras.

Comentários