25/02/2019 07h20

Vítima seguia para hospital de Corumbá, quando assassino interceptou ambulância.

Redação

O boliviano Alfredo Rengel Weber, de 48 anos, foi morto a tiros na noite de sábado (23) no momento em que seguia dentro de uma ambulância para o hospital de Corumbá, a 419 km de Campo Grande. O homem havia sido esfaqueado na cidade de Puerto Suárez, na Bolívia.

Conforme o site boliviano Clave 300, o motorista da ambulância, Silvio Monteiro, disse que um veículo bloqueou a passagem da ambulância, momento em que aconteceu a abordagem dos atiradores. “Passamos o pedágio brasileiro e fomos parados. Um homem magro desceu do carro e abriu a porta direita da ambulância, fez o reconhecimento da vítima, atirou quatro vezes contra o paciente e em seguida fugiu”, contou.

Ainda conforme o relato do condutor, depois do assassinato a ambulância voltou ao hospital do país vizinho e acionou as autoridades. Na unidade móvel de saúde ainda estavam a filha e a irmã da vítima, que o acompanhavam, mas nenhuma delas sofreu ferimentos.

Ainda segundo o portal, o ministro de governo Carlos Romero, afirmou que possivelmente o assassinato está ligado ao tráfico de drogas e que a Polícia Federal brasileira auxiliará no trabalho de buscas pelos assassinos.

*Do Campo Grande News

Marcas de sangue dentro de ambulância (Foto: Clave 300)

Comentários