Juíza deve dar nova decisão em 30 dias para confirmar cronograma de troca de garantias de dívida da Eldorado

A Juíza Renata Maciel, da 2ª Vara Empresarial do Fórum de São Paulo, manteve a liminar que havia suspendido a transferência da Eldorado Brasil para o grupo indonésio Paper Excellence, mas também determinou que sejam feitas as substituições de garantias dos empréstimos da empresa. A Eldorado tem dívidas bilionárias com alguns bancos, garantidas pela J&F Investimentos, da família Batista.

Na prática, a troca de garantias seria um passo inicial para o início do cumprimento da sentença arbitral que deu ganho de causa para os indonésios, determinando que a J&F entregue a Eldorado. A juíza disse, no entanto, que esse cronograma deve começar a ser cumprido daqui 30 dias (pode chegar a 45 dias) quando vai voltar a analisar o caso e ressaltou que até lá pode mudar de decisão.

A J&F está tentando anular a decisão arbitral alegando a suspeição de um dos árbitros e com denúncias de suspeitas de hackeamento.

As informações são da colunista Josette Goulart, do Radar Econômico, da Veja.

Comentários