05/09/2017 15h25

Com mais de cinco mil pessoas inscritas para assistir os painéis e debates relacionados ao futuro da silvicultura em Mato Grosso do Sul

Redação

Após participar de forma interativa do 5º Congresso MS Florestal Online – A Extensão das Cadeias Produtivas do Setor de Base Florestal, realizado nesta segunda-feira (04/09) e terça-feira (05/09) pela Reflore MS (Associação Sul-Mato-Grossense de Produtores e Consumidores de Florestas Plantadas) e com patrocínio do Senai, o gerente do Senai de Três Lagoas, Antonio Carlos de Campos Faria, destacou a importância de debater sobre o segmento florestal e a necessidade de capacitar os trabalhadores envolvidos em todo o processo da cadeia produtiva.

“Discutir as perspectivas de crescimento das cadeias produtivas do segmento florestal é fundamental para que nos planejemos no sentido de qualificar as pessoas para o trabalho e, assim, alcançar níveis de excelência e produtividade”, afirmou Antonio Faria, destacando que pela primeira vez o congresso foi realizado no formato online.

Com mais de cinco mil pessoas inscritas para assistir os painéis e debates relacionados ao futuro da silvicultura em Mato Grosso do Sul, o 5º Congresso MS Florestal Online teve como tema geral a extensão das cadeias produtivas do setor de base florestal. Nesta quinta edição, a grande novidade foi a transmissão online de todos os painéis e debates, formato que possibilitou que os interessados, de diversas partes do mundo, tivessem acesso às informações exclusivas compartilhadas no Congresso.

Entre os assuntos abordados estavam a retomada da siderurgia a base de carvão vegetal, engenharia em madeira, energia de biomassa, as florestas do futuro, entre outros. No caso da “Retomada da Siderurgia a base de Carvão Vegetal em MS”, os palestrantes foram Gustavo Corrêa, presidente da Vetorial Siderurgia, e João Câncio de Andrade Araújo, superintendente Florestal da ASIFLOR. No tema “Engenharia em Madeira – Soluções para o Presente”, os palestrantes foram Humberto Tufolo Neto, consultor e químico industrial, e Hélio Olga de Souza Júnior, sócio-fundador da Ita Construtora Ltda.

Outro tema foi “Energia de Biomassa a Base de Florestas Energéticas”, com os palestrantes Luiz Otávio Gomes Koblitz, presidente da Koblitz Energia, Thiago Ivanoski Teixeir, consultor técnico e superintendência de Projetos de Geração – EPE (Empresa de Pesquisa Energética). Já no painel “A Florestas do Futuro” os palestrantes foram Erich Gomes Schaitza, pesquisador da Embrapa Florestas, e Ana Gabriela Bass, diretora da Arborgen, enquanto no painel “Alternativas para o uso da madeira de Florestas Plantadas” os palestrantes foram Gabriel Luiz Machado Marques, consultor técnico, e Walter Vieira Resende, presidente da Câmara Setorial do Mapa.

No painel “Políticas Nacionais para atração de Novos Investimentos no Setor Florestal”, a palestrante foi a deputada federal Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, enquanto no painel “Setor Florestal de Mato Grosso do Sul – Desafios e Oportunidades” o palestrante foi o secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck. Os dois últimos painéis foram “Setor Florestal em Mato Grosso do Sul – Ontem, Hoje e Amanhã”, com o palestrante Joésio Deoclécio Pierin Siqueira, vice-presidente STCP, e “Perspectivas da Celulose no MS; no Brasil e no Mundo”, com o palestrante Tomás Balistiero, gerente florestal da Fibria.

(*) Assessoria Fiems

O 5º Congresso MS Florestal Online teve como tema geral a extensão das cadeias produtivas do setor de base florestal (Foto/Assessoria)

Comentários