31 C
Três Lagoas
sexta-feira, 26 de novembro, 2021

PARA TODOS OS GOSTOS

25/01/2011 20h30 – Atualizado em 25/01/2011 20h30

Menores consumindo bebidas alcoólicas, usando drogas, praticando sexo…

Tudo isso acontece bem no centro de Três Lagoas. Cadê a polícia?

Caldeirão do Bolsão

NA AVENIDA

O prefeito de Bataguassu João Carlos Lemes (PT) achou por bem realizar o carnaval Batafolia na Avenida Porto XV de Novembro, que já vinha sendo realizado há anos. No ano passado, a festa do momo aconteceu no centro de eventos, local fechado com boa estrutura.

SENSIBILIDADE

Pelo jeito o Centro de Eventos não foi aprovado pelos foliões. Sensível às necessidades do bom carnavalesco, o prefeito resolveu por a mão no bolso e investir mais um pouquinho para devolver a tradição do momo ao local de onde nunca deveria ter saído.

RECOLHENDO OS FLAPS

Falando em João Carlos, é bom que se diga que num passado não tão distante, ele era um dos foliões mais animado da avenida. Mas, de uma hora para outra, o nobre alcaide resolveu recolher os flaps, convertendo à religião evangélica da Igreja Metodista.

CONFORTO ESPIRITUAL

Cada um tem suas razões e necessidades de buscar o local onde se sente bem e tenha conforto espiritual.

PROFECIA

Por outro lado, no campo político, em 2012, João Carlos vai precisar de todas as rezas, oradas com fervor por um séquito de pastores. Tal profecia que aqui se comenta, é no sentido de unificar os pretendentes que querem sentar em sua cadeira depois que ele deixar o cargo.

MÃO DIVINA

Até o momento existem vários nomes que se portam como pré-candidato a sucessão em Bataguassu. Pata escolher um de consenso, João Carlos vai precisar da mão divina para ajudá-lo nessa escolha.

DELEGADO POLIVALENTE

Isso sem contar com o polivalente delegado; empresário, profissional da imprensa que não para um instante de fazer política. Igual aos outros, o nobre representante da lei está com uma vontade danada de sentar na cobiçada cadeira de prefeito. Haja reza!!!

OBSERVAÇÃO DO LEITOR

O empresário Mário Pinheiro, homem culto, que gosta das coisas boas e por isso lê o Caldeirão do Bolsão enviou o seguinte comentário: Amigo Ricardo Ojeda. Acredito que deva estar acontecendo algum problema no Caldeirão, pois as notícias, não as normais é apimentadas que é a origem do caldeirão. Há dois dias tenho notado esta diferença dos tópicos do caldeirão, caso seja uma nova filosofia do site Perfil me desculpe.

NOTAS APIMENTADAS

Prezado amigo. Não precisa pedir desculpas. As notas apimentadas estão sendo acondicionadas para ficar mais picante ainda. Desse modo, igual às iguarias baianas, eu as preservo em um recipiente exclusivo, para quando for utilizá-las o sabor ser altamente explosivo. De qualquer modo, obrigado pelo lembrete e sua audiência. Fica frio que vem coisa quente por aí…

HUMILHANTE

É no mínimo humilhante se compararmos o salário de um comandante de fragata da Marinha, com de um motorista do senado. Enquanto o primeiro recebe minguados R$ 8 mil reais, o segundo ganha a bagatela de R$ 19 mil, só para transportar os nobres senadores pelas avenidas da capital brasiliense.

ABSURDO

Outra comparação salarial absurda. Um piloto de caça de combate Mirage, ganha R$ 7.428 por mês/bruto. Na Câmara dos Deputados, um ascensorista, para pilotar elevador, percebe a “modesta” quantia de R$ 10 mil mês. Dá vontade de mudar de profissão. Os dados foram compilados da coluna do jornalista Cláudio Humberto.

PENDUROU A CHUTEIRA…..

O time dos delegados bons de MS perdeu um de seus melhores centroavantes. Eraldo Coelho agora está aposentado. Pendurou as chuteiras e o distintivo. Sua aposentadoria foi publicada este mês no D.O.E.. Eraldo agora está em outros ares e de bem com a vida. Ao delegado, sucesso e não se esqueça dos amigos.

SE A MODA PEGA

A polícia está tentando conter uma nova mania entre jovens na Região Sul do país: a prática de sexo ao ar livre, conhecida com dogging. Os praticantes do sexo ao ar livre se reúnem em áreas públicas, como parques, para “namorar” a qualquer hora do dia.

TEMPO LOCO

No Paraná, câmeras de segurança flagraram um casal praticando sexo em frente a uma igreja. As imagens causaram polêmica também no Rio Grande do Sul, onde praças de Porto Alegre também estão sendo palco do dogging. Que tempo loco!!!

NA MODA

Essa moda está sendo praticada em Três Lagoas há mais tempo. Não acreditam? Quem quiser conferir, lá pelas 22 horas basta dar uma passadinha na praça da Igrejinha Santo Antonio, aquela que fica bem em frente da Praça Ramez Tebet. Nos fins de semana o bicho pega.

PARA TODOS OS GOSTOS

Menores consumindo bebidas alcoólicas, usando drogas, praticando sexo oral, são os principais acontecimentos do local. E olhe que tem cada menininha novinha. E a Polícia, cadê? Alô Monari…

ANIMAL

Por outro lado, as ocorrências policiais de Três Lagoas têm de tudo um pouco. Roubos, assaltos, homicídios, entre outros. Mas o que aconteceu nessa semana, não dá para aceitar. Um homem abusar sexualmente de uma criança de 11 anos. Ainda por cima o animal era padrasto da menina. Ele foi preso quando confessou à polícia que abusava da criança. Quem deveria protegê-la, faz exatamente ao contrário.

CADÊ O DELEGADO MACHÃO?

Bem que o delegado mais macho de todo Bolsão, Vitor Lopes, poderia acionar àquela mulher que supostamente descepou o Bráulio do marido para dar uma lição no dito cujo. O que vocês acham da idéia?

EXCESSO DE ZELO

O comandante do 2º BPM Major Wilson Monari anda meio indignado com determinadas situações que vem acontecendo. O motivo seria a proteção demasiada que determinadas autoridades concedem aos delinqüentes “menores de idade”. Tal proteção tem a ver com o Estatuto da Criança e do Adolescente.

ESCUDO ILEGAL

Infelizmente o ECA protege demasiadamente os menores infratores. Sabendo da situação eles, os menores aprontam e quando são presos, utilizam o estatuto na forma de escudo para se protegerem das garras da polícia. Ou seja: a polícia prende e a Justiça solta.

DIREITOS DOS MANOS

Ainda por cima, tem o tal dos Direitos Humanos que defende esses marginais. É só a polícia descer o porrete que lá vem os nobres representantes dos Direitos Humanos. O engraçado disso tudo, é que quando uma família sofre algum tipo de violência, esses representantes não as confortam. Será que não seria melhor chamá-los de “direitos dos manos”?

FILOSOFIA DO CALDEIRÃO

Quem pensa com os olhos, engana-se facilmente. Portanto vamos deixar de olhar as coisas alheias…

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.