27/09/2017 16h47

Além da vitrine e da realização da Tecnofam estão previstos ainda investimentos na realização de visitas técnicas para universitários dos cursos de Agronomia e Tecnologia das universidades localizadas em Dourados

Redação

A prática e manejo da cultura do milho para uma agricultura ambientalmente equilibrada é o tema do processo que possibilitou a abertura de chamamento público e resultou na assinatura de um termo de colaboração entre a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) e a Associação de Produtores Orgânicos de Mato Grosso do Sul (APOMS).
Em síntese, o termo dará condições à Associação de ter acesso aos recursos do Fundo de Desenvolvimento das culturas de milho e da soja (Fundems) para instalação de uma vitrine tecnológica com variedades e híbridos de milho das diversas aptidões da espécie na sede da Embrapa Agropecuária Oeste, que é parceria do projeto.

Além da vitrine, os recursos que totalizam R$ 170 mil serão utilizados na realização da Tecnofam 2018 (Tecnologias e Conhecimentos para Agricultura Familiar), que acontece no município de Dourados, para demonstração das tecnologias componentes. A expectativa é que passem pela Tecnofam, durante os três dias de sua realização, mais de 1,5 mil agricultores familiares, que são o principal alvo do projeto.

Além da vitrine e da realização da Tecnofam estão previstos ainda investimentos na realização de visitas técnicas para universitários dos cursos de Agronomia e Tecnologia das universidades localizadas em Dourados e ainda a realização de três oficinas técnicas sobre aproveitamento do milho na nutrição familiar.

Ao destacar a importância do direcionamento dos recursos para a instalação da vitrine e o alcance desta para os agricultores familiares que participarão da Tecnofam e os universitários que a visitarão, Jaime Verruck, lembrou as recomendações recebidas do governador Reinaldo Azambuja, que tem pela agricultura familiar um cuidado especial. “Temos hoje no Estado mais de 80 mil famílias de pequenos agricultores. É para eles que estamos olhando quando investimos em ações como esta. É em respeito ao que representam para a nossa produção que dispensamos atenção especial a suas demandas.”, afirmou.

Em nome da Associação, Olácio falou da importância da parceria e as diversas ações que já realizou em parceria com o Governo do Estado e que auxiliaram consideravelmente no crescimento da produção de orgânicos em Mato Grosso do Sul. “Somos parceiros na busca por melhorar a vida do agricultor familiar e ampliar a produção de alimentos no Estado”, destacou.

APOMS

A APOMS trabalha pela promoção de uma agricultura sustentável, baseada na agroecologia e no fortalecimento das relações de solidariedade, das quais participam cerca de centenas de famílias que trabalham na produção de produtos com certificação em Mato Grosso do Sul.

A expectativa é que passem pela Tecnofam, durante os três dias de sua realização, mais de 1,5 mil agricultores familiares, que são o principal alvo do projeto. (Foto:Divulgação/Assessoria)

Comentários