23/10/2013 10h12 – Atualizado em 23/10/2013 10h12

A ação oferece mamografias gratuitas às policiais militares e às esposas de PMs

Da Redação

Prevenção e diagnóstico precoce são as palavras-chaves para combater o câncer de mama. Em outubro, a importância da realização de exames periódicos é reforçada em campanhas e ações maciças. Apoiadora do Outubro Rosa, a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul firmou parceria com o Fundo de Assistência Feminino (FAF) e a Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do sul (Cassems) para oferecer mamografias gratuitas às policiais militares e às esposas de PMs. A ação ocorre hoje à tarde.

A ideia partiu do comandante-geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Carlos Alberto David dos Santos, que entrou em contato com o diretor-presidente da Cassems, Ricardo Ayache e fechou a parceria. “Cuidar da saúde é fundamental para a vida e para a profissão. Nossos policiais e suas famílias são amparados pela PM de forma global e toda ação que tenha por objetivo melhorar a qualidade de vida de nossa tropa será feita. O câncer de mama é uma doença grave, mas que tem, segundo os especialistas mais, de 90% de taxa de cura, quando diagnosticada precocemente”, justificou o coronel David.

Segundo o Ministério da Saúde, o câncer de mama é a doença que mais mata mulheres no Brasil. A taxa de cura é alta, mas é proporcional ao tamanho do nódulo encontrado. Se de até 1cm são 95%; até 2cm, 85% e até 3cm 60% de cura. Por isso, o diagnóstico precoce é fundamental para aumentar as chances de cura. A radiografia das mamas é decisiva nesse processo, pois permite a detecção de nódulos milimétricos e, segundo estudos clínicos citados pela Rede D’Or, aumenta em até 30% a chance de cura de mulheres com idade entre 50 e 69 anos e em 23% das que estão na faixa dos 40 aos 49.

No dia 23 de outubro, a partir das 13h30, o Ônibus da Saúde estará no pátio da Policlínica da Polícia Militar, na rua Rodolfo José Pinho, jardim São Bento, para realizar 25 mamografias. As interessadas devem se dirigir ao FAF, localizado junto à Policlínica, para pegar uma senha. Serão atendidas as primeiras policiais militares ou esposas de policiais militares, com mais de 40 anos e associadas da Cassems. “Queríamos fazer uma ação importante, para despertar o interesse da família policial militar e alertá-la para a necessidade de se realizar exames periódicos, em especial a mamografia. O Outubro Rosa é uma oportunidade de reforçar cuidados que devem ser constantes em nossas vidas”, disse a presidente do FAF, Ana Arminda.

Os exames serão realizados na unidade móvel da Cassems, um ônibus preparado com modernos equipamentos médicos, inclusive um mamógrafo. Segundo a assessoria da entidade, em pouco mais de dois anos de funcionamento o Ônibus da Saúde já proporcionou mais de 10 mil atendimentos, em 60 municípios do Estado.

NUTRICIONISTA

O câncer de mama é de difícil prevenção e, a orientação dos especialistas é ter hábitos de vida saudáveis para minimizar os riscos. Dieta equilibrada, pobre em gorduras animais, e prática de atividades físicas são fatores que influenciam a incidência da doença. Assim, o FAF irá oferecer consultas com nutricionistas, não só às mulheres que farão a mamografia, mas também a todos os interessados que se dirigirem à sede do Fundo, na tarde de 23 de outubro.

O FAF é o fundo assistencial da Polícia Militar de Mato Grosso que há 28 anos atende o policial militar e sua família de forma global, dando apoio psicológico, social, de saúde e até financeiro.

(*) Com informações de Assecom PM MS

Comentários