A fazenda estava com a pastagem totalmente degradada, com terra nua em muitos lugares; 25 animais já haviam morrido e muitos outros estavam em situação de penúria

Após denúncias, Policiais Militares Ambientais de Coxim encontraram ontem, 11, em uma fazenda às margens da estrada Transpantaneira, uma fazenda com 236 cabeças de gado em situação precária.

Os animais teriam sido abandonados sem pastagem ou qualquer outro tipo de alimento.

A fazenda pertence a um pecuarista de 64 anos, residente em Presidente Prudente (SP). A equipe verificou que a pastagem estava totalmente degradada, em quase sua totalidade apresentando somente a terra nua sem vegetação e o gado não conseguia mais retirar alimento.

O proprietário não estava tomando as medidas para minimizar a fome dos animais, que estavam todos extremamente debilitados, alguns não conseguiam mais se levantar e outros mortos. Os Policiais conseguiram contar 25 carcaças de reses mortas. A Polícia Militar Ambiental apreendeu o gado e acionou a Agência Sanitária Animal e Vegetal (IAGRO) para as providências relativas aos animais.

O infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 118 mil por maus tratos aos animais. O autuado também responderá por crime ambiental de maus-tratos, com pena de três meses a um ano de detenção.

Comentários