Dois suspeitos foram presos em flagrante e as equipes buscam pelos outros envolvidos no crime; caso aconteceu em Paranaíba

Um pecuarista de 40 anos foi sequestrado durante uma falsa transação de venda de gado em Paranaíba. Ele foi resgatado poucas horas depois em uma casa, na área urbana da cidade. Dois suspeitos foram presos em flagrante por participação no crime. As informações são do Campo Grande News.

Segundo a Polícia Civil, a vítima é de Costa Rica e trabalha com a compra e venda de gado na região. Por isso não estranhou ao receber uma ligação de um suposto vendedor oferecendo animais que estariam em uma fazenda de Paranaíba.

Na manhã de ontem (2) o pecuarista dirigiu 258 quilômetros até a cidade para avaliar o gado. “Ele acreditava ir para Paranaíba para avaliação, mas na verdade se tratava de uma armadinha para rendê-lo e exigir dinheiro da família”, explicou o delegado Alexandro Mendes de Araújo. O primeiro contato da vítima foi com o pai, um produtor rural de Costa Rica.

Sem revelar o sequestro, o pecuarista pediu para o pai fazer uma transferência bancária de R$ 200 mil. Pouco depois, retornou à ligação e abaixou o valor para R$ 20 mil. Estranhando o comportamento do filho, o produtor rural decidiu procurar a Delegacia de Polícia Civil da cidade.

“Primeiramente trabalhamos para averiguar os fatos, e as diligências concluíram que se tratava de um crime de extorsão mediante sequestro. A partir daí os familiares da vítima foram orientados e amparados e as informações levantadas foram compartilhadas com as Polícia Civil e a Polícia Militar de Paranaíba” detalhou o delegado.

As equipes de Paranaíba conseguiram resgatar a vítima pouco depois, em uma casa na área urbana da cidade. Dois suspeitos foram presos e uma arma apreendida durante a ação. Ainda conforme Alexandro, a caminhonete do pecuarista, uma Hilux, cor prata, placas FHF-8142, foi levada pela quadrinha. Buscas por outros envolvidos no crime são feitas por toda a região.

Comentários