03/06/2015 17h17 – Atualizado em 03/06/2015 17h17

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações, em maio de 2015, foram realizados 136 pedidos de falência em todo o país, representando uma queda de 15,5% em relação aos 161 requerimentos efetuados no mês anterior

Assessoria

Na comparação com maio de 2014, o número de pedidos caiu 3,5%, sendo que neste mês foram registrados 141 pedidos. Em relação ao acumulado do ano, de janeiro a maio, também houve queda se comparado ao mesmo período de 2014. De janeiro a maio deste ano foram realizados 639 pedidos de falência contra 678 no mesmo período de 2014.

Dos 136 requerimentos de falência efetuados em maio de 2015, 63 foram de micro e pequenas empresas, 34 de médias e 39 de grandes. Em relação as recuperações judiciais requeridas, houve 98 delas em maio/15, igualando ao resultado de abril deste ano (também de 98 solicitações realizadas). As médias empresas lideraram os requerimentos de recuperação judicial com 45 pedidos, seguidos pelas micro e pequenas (32), e pelas grandes empresas (4).

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o recuo mensal dos pedidos de falências em maio/15 pode ser entendido como um movimento natural face ao número expressivo verificado em abril/15 (161 pedidos), o maior desde outubro/14. Assim, o quadro de dificuldades financeiras para as empresas continua inalterado, o que é corroborado pelo elevado número de recuperações judiciais requeridas em maio/15 (98 pedidos), igualando ao de abril/15, sendo o maior valor desde novembro/13.

Confira abaixo as tabelas completas com os números de falências e recuperações:

(*) Assessoria de Imprensa da Serasa Experian

Dos 136 requerimentos de falência efetuados em maio de 2015, 63 foram de micro e pequenas empresas, 34 de médias e 39 de grandes. (Foto: Ilustração)

Comentários