14/11/2006 16h27 – Atualizado em 14/11/2006 16h27

Dourados News

Foi realizado hoje pela por Agentes Penitenciários com a colaboração de Polícia Militares do 3º Batalhão, um pente-fino na Raio 2 da Penitenciária de Segurança Máxima, Harry Amorim Costa em Dourados. Três facas artesanais, conhecidas como “chuchos” e outros três telefones celulares foram encontrados no interior do presídio. Joel Rodrigues Ferreira, diretor do presídio informou que os celulares estavam nas celas 25 e 28 sendo que os detentos Mário Márcio Evangelista Pinheiro, Eli Sabino, o “Piolho”, e João Berto se apresentaram como donos dos telefones. Com 1.244 detentos, em um espaço projetado para 538, a PHAC recebeu no último mês, 64 detentos de Rio Brilhante, Maracaju e Miranda. O pente fino foi motivado pela transferência de presos. Quando há mais detentos, temos que fazer este trabalho para conter a entrada de celulares e drogas”, afirmou Joel. Após a destruição parcial da penitenciária no dia 14 de maio deste ano, quando um motim orquestrado entre quatro estados, incluindo as quatro penitenciarias do Mato Grosso do Sul (Três Lagoas, Corumbá, Dourados e Campo Grande) a situação carcerária na PHAC piorou no quesito espaço. Uma vez que as celas tiveram que ser reconstruídas e superlotação uma vez que após a transferência dos amotinados o presídio voltou a receber presos.

Comentários