25/07/2017 08h01

PF deflagra operação de combate à pedofilia em 14 estados

Investigados utilizavam servidor russo para compartilhar imagens e vídeos de crianças sendo abusadas

Redação

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira, uma operação de combate à exploração sexual de crianças e propagação de pornografia infantil na internet. Foram expedidos 72 mandados de busca e apreensão, três de prisão preventiva e dois de condução coercitiva em 14 estados: Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Ceará, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Piauí, Pará e Sergipe.

A ação representa a segunda fase da operação Glasnost, deflagrada em novembro de 2013. Nesta manhã foram mobilizados 350 agentes da PF, que atuam em 51 municípios. A investigação monitora um site russo que reúne pedófilos de todo o mundo, o que possibilitou a polícia a identificar usuários brasileiros e estrangeiros que compartilhavam pornografia infantil. Os suspeitos produziam e armazenavam imagens e vídeos de adolescentes, crianças e bebês sendo abusados, permitindo que a PF também encontrasse as vítimas.

Na primeira fase da ação, em 2013, foram realizadas 30 prisões em flagrante por posse de pornografia infantil e cumpridos 80 mandados de busca e prisão.

A operação, batizada Glasnost, faz referência ao termo russo que significa transparência. Segundo a PF, a palavra foi escolhida porque a maior parte dos investigados utilizava servidores russos para se integrar à rede de compartilhamento de imagens.

(*) O Globo

Cerca de 350 policiais foram mobilizados para Operação Glasnost - Polícia Federal / Divulgação

Comentários