27/02/2018 15h28

Aeronave caiu na região de Brasilândia (MS) na manhã desta terça-feira (27). Vítima chegou a emitir alerta momentos antes do acidente

Lucas Gustavo

O pecuarista Danilo Cesar Carromeu Domingues, de 46 anos, que morreu após seu avião de pequeno porte cair em Brasilândia (MS), saiu de Presidente Prudente (SP) com destino a Coxim (MS). A aeronave, modelo Bonanza U35B, pertencia ao fazendeiro e ele mesmo a pilotava. As informações foram repassadas ao Perfil News pela assessoria de imprensa da Força Aérea Brasileira (FAB).

De acordo com a FAB, o avião partiu de Presidente Prudente às 8h26. Já às 8h48 Danilo teria emitido um sinal de alerta à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Por conta do aviso transmitido pelo piloto, a base da FAB de Campo Grande (MS) enviou um helicóptero até a localização informada por ele. No momento em que a equipe chegou, o avião já havia caído e Danilo estava morto.

Agora, conforme FAB, técnicos do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 4) vão apurar os fatos que contribuíram para o acidente.

A FAB esclareceu que não há previsão de quando a investigação será encerrada.

DIFCÍL ACESSO

Em contato com o Corpo de Bombeiros de Três Lagoas, até a publicação desta matéria, as equipes que foram ao atendimento da ocorrência ainda não haviam feito contato com o Grupamento. Segundo os militares, o local onde avião caiu é de difícil acesso e com comunicação prejudicada.

Danilo Cesar Carromeu Domingues e sua aeronave. (Foto: Reprodução/Facebook).

Avião pegou fogo depois de cair. (Foto: Divulgação).

Danilo Cesar Carromeu Domingues morreu aos 46 anos. (Foto: Reprodução/Facebook).

Comentários