03/02/2012 07h48 – Atualizado em 03/02/2012 07h48

Novidade será a volta do Brasileiro, com Aloysio Coutinho na SuperBike e João Victor na Moto 1000GP

Correio do Estado

A Confederação Brasileira de Motociclismo confirmou o retorno do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, que esteve ausente no calendário da entidade na temporada passada. Outra novidade é que a competição será realizada em parceria com a empresa MotoSchool, que organiza o SuperBike Series.

Dois dos principais pilotos do Estado, Aloysio Coutinho, que vai correr na TNT Superbike neste ano e João Victor Batista, que disputa a Moto 1000GP, comentaram a volta do Brasileiro.

Para Aloysio, é um retorno importante, mas pulveriza a categoria. “Durante muito tempo foi um campeonato mal organizado e agora retorna com uma nova estrutura. Acho legal esta volta do Brasileiro, mas me preocupa ter muitos campeonatos de motovelocidade”, disse o piloto citando a Superbike Series, que envolve dois campeonatos, o TNT e o Pirelli, além do Moto 1000GP.

Já João Victor garante que a realização ou não do Brasileiro não muda em nada a atual estrutura da motovelocidade. “É legal a iniciativa da confederação, mas os pilotos já estão bem encaminhados. O campeonato da Superbike Series é legal, tem crescido, mas campeonato de motovelocidade hoje é a Moto 1000GP, que oferece tudo que o piloto precisa”, comentou João.

Segundo informações do site da CBM, o campeonato terá etapas nos principais estados do País, porém o calendário será divulgado apenas nos próximos dias, podendo contar com uma etapa no Autódromo Internacional de Campo Grande.

Pilotos de MS se preparam para temporada
Foto: Divulgação

Comentários