15/10/2013 09h20 – Atualizado em 15/10/2013 09h20

Marido atirou na esposa e depois cortou a garganta da vítima

Crime aconteceu em agosto deste ano e depois do assassinato, o homem chegou ameaçar de morte os familiares da vítima, fugindo em seguida para um assentamento rural em Selvíria onde foi preso na segunda-feira

Ricardo Ojeda

Policiais militares lotado no pelotão de Selvíria cumpriu mandato de prisão nessa segunda-feira, contra Alessandro Silva Santos, de 27 anos, vulgo, Mineiro ou Cawboy.

Foragido da justiça do estado paulista, Mineiro matou a esposa de 18 anos com um tiro no peito e depois cortou a garganta da vítima. O crime aconteceu no dia 12 de agosto deste ano na cidade de Ouroeste, região de Fernandópolis.
A jovem deixou uma criança de dois anos de idade. Após cometer a barbaridade, o criminoso ainda ameaçou de morte os familiares da vítima.

LIGAÇÃO RASTREADA

Decorridos vários dias, o autor efetuou uma ligação telefônica para a avó da criança, onde a chamada foi rastreada como oriunda das proximidades do assentamento rural de Selvíria denominado ,”São Joaquim”.

Com esta informação a equipe de plantão de Selvíria compostas pelo sargento Ruis, e os soldados Rodrigo e Fornazieri, iniciaram um trabalho de investigação na região e foi possível descobrir o paradeiro do bandido.

A equipe deslocou-se para a fazenda conseguindo prender o fugitivo que transitava por uma estrada vicinal nas proximidades do assentamento. O foragido não esboçou nenhuma reação.
Em contato com a PM o autor confessou ter matado a esposa, Santos foi preso e encaminhado a Polícia Civil local.

De acordo com o sargento Ruis, que comandou a operação, o foragido disse realmente teria atirado na ex-esposa com uma espingarda, mas que não teria cortado a garganta da vítima.

HISTÓRIA REAL

Por outro lado, de acordo com matéria publicada no dia 14 de agosto, no site redebomdia.com.br, a jovem teria ido à propriedade rural, (distante oito quilômetros de Ouroeste), buscar algumas peças de roupa acompanhada pelo pai e pelo padrinho de casamento do casal.

Quando o trio chegou ao local, o agricultor estava muito nervoso e começou a discutir com a mulher. Ele pegou uma espingarda e atirou na ex-esposa, atingindo o peito da vítima.

O pai e o padrinho da vítima conseguiram desarmar o homem, mas ele conseguiu pegar outra arma, um revólver calibre 38, e ameaçou matar a dupla. Os dois conseguiram fugir e chamar a polícia.

De acordo com a informação publicada no portal, quando os policiais chegaram à propriedade, encontraram o corpo da vítima em frente à casa, com a cabeça degolada. O acusado fugiu com o revólver.

O pai da jovem teria dito à polícia que a filha e o ex-genro foram casados por dois anos e estavam separados há dois meses, mas o acusado não aceitava o fim da relação. O casal tem uma filha, de dois anos.

A vítima teria ligado para o ex e avisado que iria, junto com o pai, à propriedade buscar as roupas.

O assassino era procurado pela policia do estado de São Paulo que publicou vários cartazes com a foto do foragido (Foto: Divulgação)

Alessandro foi preso pela Polícia Militar de Selvíria e não esboçou nenhuma reação durante a prisão (Foto: Divulgação)

Comentários