21/03/2016 09h01 – Atualizado em 21/03/2016 09h01

O infrator alegou que adquiriu o pescado em Colíder (MT) e levaria para parentes na cidade de São Paulo

Assessoria

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas apreendeu ontem (20) 52 kg de pescado transportados ilegalmente. A PMA apreendeu o pescado durante fiscalização no Posto da PMA na BR 262, no posto fiscal de Jupiá, em virtude de não haver nenhuma comprovação de origem. O infrator, residente em São Gabriel do Oeste, alegou que adquiriu o pescado em Colíder (MT) e levaria para parentes na cidade de São Paulo, porém, não possuía nota fiscal e nem um documento ambiental para transporte.

A PMA apreendeu o pescado e encaminhou à Delegacia de Polícia Civil da cidade, para investigação de crime de transporte de produto da predatória, pois, se o pescado fora capturado no Estado de Mato Grosso do Sul, a cota é de apenas 10 kg, mais um exemplar e cinco exemplares de piranha. Se caracterizado o crime, a pena é de um a três anos prisão.

Independentemente do crime, a falta de origem do pescado caracteriza-se como infração administrativa. Dessa forma, o infrator, de 71 anos, foi multado administrativamente em R$ 3.040,00. O pescado será doado a instituições filantrópicas depois de periciado.

(*) Assessoria de Comunicação da Polícia Militar Ambiental – PMMS

52 kg de pescado transportados ilegalmente que foram apreendidos pela Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas (Foto: Assessoria)

Comentários