15/04/2016 09h23 – Atualizado em 15/04/2016 09h23

No dia 1 deste mês, Policiais Militares Ambientais de Bonito autuaram em R$ 23 mil, um proprietário rural, que realizava extração de cascalho sem autorização ambiental.

Assessoria

No dia 1 deste mês, Policiais Militares Ambientais de Bonito autuaram em R$ 23 mil, um proprietário rural, que realizava extração de cascalho sem autorização ambiental. A atividade funcionava na propriedade rural pertencente ao advogado, localizada a 5 km da cidade. Ele comercializava o cascalho retirado. No dia, as atividades de extração do cascalho foram paralisadas pelos policiais até a regularização junto ao órgão ambiental competente.

Hoje (14), pela manhã a PMA esteve no local e as atividades continuavam normalmente. Foram apreendidos dois caminhões caçamba e uma pá-carregadeira no local. As atividades foram paralisadas novamente.

O funcionário que lá estava foi conduzido, juntamente com o material apreendido à delegacia de Polícia Civil. O infrator, residente em Bonito, foi autuado administrativamente e multado em mais R$ 9.000,00 por descumprir o embargo. Ele também responderá por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora sem autorização ambiental. A pena é de três a seis meses de detenção.

(*) Assessoria de Comunicação da Polícia Militar Ambiental – PMMS

No dia 1 deste mês, Policiais Militares Ambientais de Bonito autuaram em R$ 23 mil, um proprietário rural, que realizava extração de cascalho sem autorização ambiental. (Foto: Assessoria)

Comentários