15/08/2014 15h53 – Atualizado em 15/08/2014 15h53

O dono do lote afirmou que a madeira pertencia a um assentado do Assentamento PAM, no mesmo município

Da Redação

Policiais Militares Ambientais de Dourados (MS) autuaram ontem à tarde um assentado por exploração de madeira irregular. A PMA localizou em um lote do Assentamento Rural PANA, localizado no município de Nova Alvorada do Sul (MS), 320 lascas (estacas) de madeira da espécie angico, recém extraídas, que estavam sem a autorização ambiental. O dono do lote afirmou que a madeira pertencia a um assentado do Assentamento PAM, no mesmo município.

Os policiais foram ao lote 98 do assentamento indicado e localizaram o proprietário da madeira, que não possuía documentação ambiental para a extração e armazenamento do material lenhoso.

As atividades foram interditadas e o assentado foi autuado administrativamente e multado em R$ 2.700,00. Ele também responderá por crime ambiental e, se condenado, poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção pela exploração ilegal da madeira.

(*) Com informações de Assecom PMA MS

O dono do lote afirmou que a madeira pertencia a um assentado do Assentamento PAM, no mesmo município (Foto: Divulgação/PMA MS)

O proprietário da madeira não possuía documentação ambiental para a extração e armazenamento do material lenhoso (Foto: Divulgação/PMA MS)

Comentários