21/10/2013 06h18 – Atualizado em 21/10/2013 06h18

Seis pescadores já foram detidos por pesca predatória e três foram autuados por pescar sem licença nos últimos quatro dias nesse rio

Da Redação

A Polícia Militar Ambiental está reforçando em todo o Estado a fiscalização nos rios, no intuito de prevenir e reprimir a pesca predatória, tendo em vista a proximidade do período de piracema e, portanto, quando vários cardumes já se encontram formados. No rio Aquidauana, diversas irregularidades têm sido encontradas. Seis pescadores já foram detidos por pesca predatória e três foram autuados por pescar sem licença nos últimos quatro dias nesse rio.

Ontem Policiais Militares Ambientais de Aquidauana (MS) autuaram um pescador amador por pesca predatória. Os policiais abordaram uma embarcação onde estava um campo-grandense, residente no bairro Santa Fé, e encontraram 8 kg de pescado, que ele tinha capturado, sendo exemplares de peixes fora da medida permitida pela legislação. Havia um jaú com 58 centímetros, espécie para o qual a medida de captura é de 95 centímetros. O pescado, um barco, um motor de popa e uma carretilha foram apreendidos e o infrator foi multado em R$ 860,00.

O pescador responderá por crime ambiental. A pena para este crime é de um a três anos de detenção.

(*) Com informações de Assecom PMA MS

Comentários