06/05/2016 08h43 – Atualizado em 06/05/2016 08h43

Policiais do 6º Batalhão da PM apoiaram a ação dos fiscais da Receita, tendo em vista a fuga de um dos caçadores.

Assessoria

Policiais Militares Ambientais de Corumbá foram acionados hoje (5) de madrugada pela Receita Federal e Polícia Militar, em razão da abordagem por fiscais da Receita Federal, de um veículo Parati, com animais abatidos, nas proximidades do anel rodoviário na cidade. Policiais do 6º Batalhão da PM apoiaram a ação dos fiscais da Receita, tendo em vista a fuga de um dos caçadores.

O caçador preso, de 61 anos, residente em Corumbá voltava da caçada. Foram apreendidos: um animal silvestre da espécie veado-campeiro, quatro caudas e 12 patas, além de 10 kg de carne de jacaré, uma espingarda e munições. A arma não tinha documentação.

O infrator foi autuado em flagrante por caça ilegal e porte ilegal de arma e ainda está preso. A pena para a caça é de seis meses a um ano de prisão. Pelo porte ilegal de arma é de um a três anos de detenção. Ele também foi autuado administrativamente e multado em R$ 20.500,00 pelo abate dos cinco animais contabilizados pela PMA. Logo que identificado, o outro caçador também será autuado com multa no mesmo valor e ainda responderá pelo crime.

(*) Assessoria de Comunicação da Polícia Militar Ambiental – PMMS

Policiais do 6º Batalhão da PM apoiaram a ação dos fiscais da Receita, tendo em vista a fuga de um dos caçadores. (Foto: Assessoria)

Comentários