10/05/2016 11h58 – Atualizado em 10/05/2016 11h58

A empresa não teria tomado os cuidados adequados para evitar acidentes com animais nas lagoas de tratamento

Assessoria

A Polícia Militar Ambiental autuou uma empresa de celulose em R$ 6 mil após ser capturado, no dia 19 de abril, dois animais silvestres da espécie anta (Tapirus terrestris), que apareceram no pátio da empresa e caíram nas lagoas de tratamento de efluentes.

A PMA autuou a empresa após avaliar que não foram tomados os cuidados adequados relativos ao cercamento, no sentido de evitar acidentes com animais nas lagoas de tratamento, gerando responsabilidade à empresa pelos ferimentos dos animais.

Um macho adulto capturado no dia foi avaliado por veterinários e, como se apresentava em bom estado de saúde, foi solto no seu habitat, em uma floresta nas proximidades da cidade. O segundo animal, uma fêmea, sofreu ferimentos nos olhos e foi encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) da Capital.

(*) Assessoria de Comunicação da Polícia Militar Ambiental – PMMS

As antas foram capturadas pelos policiais Militares Ambientais de Três Lagoas e militares do Corpo de Bombeiros (Foto: Assessoria)

Um dos animais sofreu ferimentos nos olhos e foi encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) da Capital (Foto: Assessoria)

Comentários