26/08/2014 08h30 – Atualizado em 26/08/2014 08h30

PMA autua Empresa em R$ 80 mil por exploração ilegal de aroeira e desmatamento ilegal

Os policiais mediram a área desmatada com GPS e aferiram 50 hectares derrubados

Da Redação

Policiais Militares Ambientais de Miranda (MS) realizavam fiscalização ontem à tarde nas propriedades rurais do município de Bodoquena (MS) e autuaram uma empresa por desmatamento e exploração de madeira de espécie protegida por lei, em fazenda de sua propriedade, sem autorização ambiental. Os policiais mediram a área desmatada com GPS e aferiram 50 hectares derrubados. Dentre a vegetação derrubada, havia 60 árvores da espécie aroeira, que tem seu corte proibido, inclusive, em desmatamentos legalizados.

As atividades foram interditadas. A empresa, proprietária da fazenda, que tem domicílio jurídico em Bodoquena foi multada em R$ 80.000,00. Os responsáveis responderão por crime ambiental que prevê pena de um a dois anos de reclusão.

A portaria 83-N de 1991 do IBAMA proíbe o corte da “aroeira” e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais.

(*) Com informações de Assecom PMA MS

Dentre a vegetação derrubada, havia 60 árvores da espécie aroeira, que tem seu corte proibido, inclusive, em desmatamentos legalizados (Foto: Divulgação/Assecom)

Os policiais mediram a área desmatada com GPS e aferiram 50 hectares derrubados (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários