30/04/2014 08h24 – Atualizado em 30/04/2014 08h24

O proprietário da fazenda possuía licença ambiental para limpeza de pastagem e havia realizado desmatamento de árvores grossas com material lenhoso formado

Da Redação

Policiais Militares Ambientais de Porto Murtinho (MS) autuaram ontem à tarde um pecuarista por desmatamento ilegal. A PMA localizou a infração em uma fazenda no município, o qual era realizado com uso de duas máquinas de esteiras.

O proprietário da fazenda possuía licença ambiental para limpeza de pastagem e havia realizado desmatamento de árvores grossas com material lenhoso formado, descartando-se a atividade que estava sendo realizada como limpeza. Além do mais, houve desmatamento de partes das nascentes (Área de Preservação Permanente-APP) de um córrego denominado Figueira, o qual deságua do rio Paraguai.

As máquinas foram apreendidas e as atividades paralisadas. O proprietário da fazenda, residente em Ponta Porã (MS) foi notificado a apresentar plano de Recuperação da Área Degradada (PRAD), junto ao órgão ambiental. Ele foi autuado administrativamente e multado em R$ 18.000,00. O proprietário rural também responderá por crime ambiental e, se condenada, poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

(*) Com informações de Assecom PMA

Além do mais, houve desmatamento de partes das nascentes (Área de Preservação Permanente-APP) de um córrego denominado Figueira, o qual deságua do rio Paraguai (Foto: Divulgação/PMA)

As máquinas foram apreendidas e as atividades paralisadas (Foto: Divulgação/PMA)

Comentários