31/10/2013 10h16 – Atualizado em 31/10/2013 10h16

PMA autua fazendeiro em R$ 10 mil por derrubada de mata ciliar do rio Paraguai

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais que trabalha na operação “Pré-piracema”, realizava fiscalização ontem à tarde no rio Paraguai, e autuou um proprietário rural por degradação de mata ciliar do rio Paraguai

Da Redação

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Porto Murtinho (MS), que trabalha na operação “Pré-piracema”, realizava fiscalização ontem à tarde no rio Paraguai, conjuntamente com a Marinha do Brasil e autuou um proprietário rural por degradação de mata ciliar do rio Paraguai (área de preservação permanente – APP). O fazendeiro, residente em Campo Grande (MS) realizou em sua propriedade localizada próxima região da Pedreira, com uso de um trator, a derrubada da vegetação e limpeza próxima à margem do rio, sem autorização ambiental.

As atividades foram interditadas e o trator foi apreendido. Pela infração administrativa, o proprietário recebeu multa de R$ 10.000,00. Ele também responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

O autuado foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental Estadual um plano de recuperação da área degradada – PRAD.

(*)Com informações de PMA MS

O fazendeiro, realizou em sua propriedade com uso de um trator, a derrubada da vegetação e limpeza próxima à margem do rio, sem autorização ambiental (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários