23/04/2015 11h58 – Atualizado em 23/04/2015 11h58

O fazendeiro goiano também foi multado por exploração ilegal de madeira e o valor chegou em R$ 13,9 mil

Assessoria

Policiais Militares Ambientais (PMA) de Campo Grande localizaram ontem (22) no final da tarde em uma fazenda no município de Ribas do Rio Pardo (MS), localizada a 35 km da usina do Mimoso, um desmatamento de 1,1 hectares de área da Reserva Legal (área protegida), sem autorização ambiental. O desmatamento foi realizado para construção de uma pista de pouso para aeronaves. Além do desmatamento irregular, o campo de aviação que estava sendo construído também não possuía licença ambiental.

Na propriedade, os policiais também encontraram madeira explorada ilegalmente. Havia 710 estacas para cercas de madeira verde armazenadas nas proximidades da sede e instaladas em uma cerca da fazenda sem a documentação ambiental necessária. A PMA suspeita que a madeira seja advinda do desmatamento ilegal efetuado na área de reserva legal. As atividades foram interditadas.

O proprietário rural, residente em Chapadão do Céu (GO) recebeu multa administrativa de R$ 13.900,00 pelas três infrações. Ele responderá pelos crimes ambientais com penas totais de até três anos de detenção. O autuado foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental Estadual um plano de recuperação da área degradada – PRADE.

(*) PMA/MS

Comentários