28/04/2014 11h05 – Atualizado em 28/04/2014 11h05

PMA autua madeireira de Mato Grosso com carga ilegal

A empresa infratora foi autuada administrativamente e multada R$ 13.216,72

Da Redação

Policiais Militares Ambientais de Costa Rica (MS) realizavam fiscalização ontem à tarde, na rodovia MS 306, no km 24 e apreenderam uma carreta bitrem com carga de madeira serrada transportada ilegalmente. A carga de madeira era transportada em excesso ao que constava na autorização ambiental (Documento de Origem Florestal – DOF) e na nota fiscal. O veículo, trator Iveco transportava 51,6 m³ de madeira e na documentação ambiental (DOF – Documento de Origem Florestal) e na nota fiscal constavam apenas 44 m³. O caminhão seguia de Rondonópolis para a cidade de Caraguatatuba (SP).

O veículo carregado com a madeira pertencente a uma empresa madeireira com domicílio jurídico em Rondonópolis (MT) foi apreendido. A empresa infratora foi autuada administrativamente e multada R$ 13.216,72. O material apreendido e o veículo foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica. Os responsáveis pela empresa responderão por crime ambiental e poderão pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

Tem sido comum este tipo de apreensão de madeira advinda da região Norte do Brasil. Os madeireiros conseguem a guia para uma quantidade de madeira e enviam a mais, para não pagar a reposição florestal, ou para passar madeira de desmatamento ilegal.

Na semana passada a PMA autuou duas empresas com duas cargas ilegais, sendo uma em Costa Rica e outra em São Gabriel do Oeste (MS).

(*) Com informações de Assecom PMA MS

O veículo, trator Iveco transportava 51,6 m³ de madeira e na documentação ambiental (DOF – Documento de Origem Florestal) e na nota fiscal constavam apenas 44 m³ (Foto: Divulgação/PMA)

A empresa infratora foi autuada administrativamente e multada R$ 13.216,72 (Foto: Divulgação/PMA)

Comentários