16/06/2017 09h00

O motorista foi autuado administrativamente e multado em R$ 3.300,00 pela PMA

Redação

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Aparecida do Taboado, que trabalha na operação Corpus Christi, foi acionada por Policiais Militares Rodoviários (PRE) de Paranaíba, em razão da abordagem de um caminhão, com placas de São José do Rio Preto (SP), com carga de madeira suspeita de estar sendo transportada ilegalmente.

A PMA foi ao local ontem (15) à noite e verificou que o caminhão abordado, transportava 11 m³ de madeira em estacas e postes para cerca, porém, no Documento de Origem Florestal (DOF) constava madeira do tipo pranchões, indicando que o documento ambiental não era daquela carga. O DOF é o documento ambiental para o transporte e armazenamento de qualquer produto florestal. A carga de madeira que seguia para São José do Rio Preto (SP) e o veículo foram apreendidos.

O infrator, motorista do caminhão e proprietário da carga, de 53 anos, residente em São José do Rio Preto, foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Paranaíba e responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá receber pena de seis meses a um ano de detenção. Ele também foi autuado administrativamente e multado em R$ 3.300,00 pela PMA.

(*) Assessoria PMA

O caminhão foi abordado no município de Paranaíba (Foto/Assessoria)

Comentários